Praia de Xangri-Lá

Saiba tudo o que REALMENTE acontece em Xangri-Lá

Procuradoria Eleitoral investiga polícia do MA por espionagem de opositores

 

 

Flavio Dino, ex Magistrado Federal e atual Governador do Maranhão vem fazendo um Governo ímpar e isto incomoda muito aos antigos senhores daquele Estado, Jose Ribamar de Araujo Costa conhecido também como José SarNey e sua família que era até então senhora absoluta daquele Estado. Esse guarda que parece ser um ‘coroné’ tudo indica que esteja trabalhando pelos SarNey que estão sepultados politicamente, pois Dino faz o Estado progredir o que antes era apenas direito dos SarNey e seus amigos. Esse servidor/bandido penso que será demitido para aprender a comportar-se como devem todos esses guardas.

Editor

 

 

 

O Ministério Público Eleitoral no Maranhão instaurou um procedimento preparatório para investigar determinação do Comando de Policiamento do Interior do Estado pela espionagem de opositores municipais e estaduais durante o pleito de 2018. Segundo a Procuradoria, “a ordem está valendo desde 6 de abril, devido a um memorando assinado pela PM do Estado”.

De acordo com o procurador Regional Eleitoral, Pedro Henrique Castelo Branco, “o memorando não esclarece ou motiva de forma idônea as razões da necessidade do ‘levantamento eleitoral’ solicitado”.

“Também não observa direitos fundamentais presentes na Constituição, que garantem a liberdade de manifestação e de expressão, bem como o livre exercício da convicção política”, afirmou.

A espionagem de opositores do governo provocou pesada reação política no Maranhão. Deputados de partidos diversos passaram a sexta-feira, 20, atacando o governo Flávio Dino, que busca a reeleição. “É uma Venezuela, uma Coreia no Maranhão”, afirmou o deputado estadual Sousa Neto (PRP).

O MP Eleitoral ressalta: “A Lei Complementar 64/1990, prevê que uso desviado ou indevido de poder conferido a agente público, no exercício de função ou cargo de Administração Pública, em favor de candidato ou partido político, configura abuso de autoridade”.

“Ainda de acordo com a legislação eleitoral, podem sofrer a sanção de cassação do registro ou diploma tanto os responsáveis pela conduta ilícita, como também os candidatos meramente beneficiários, sendo apenas a sanção de inelegibilidade de caráter pessoal ao responsável”, explica.

A Procuradoria esclarece que, “com propósito de esclarecer os fatos, bem como de eventualmente diminuir ou cessar atividades ilícitas eleitorais, para evitar que assumam uma dimensão mais grave, o Ministério Público Eleitoral instaurou Procedimento Preparatório Eleitoral”.

“Para tanto, requisitou do Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado do Maranhão que se manifeste, no prazo de 10 dias úteis, e encaminhe cópia integral dos procedimentos administrativos que tenham relação com o caso”, conclui.

Defesas

Por meio de seu Twitter, o governador Flávio Dino negou envolvimento com o caso. “Absurdo imaginar que um papel assinado por um oficial da PM possa ter a minha orientação, apoio ou concordância. Ao tomar conhecimento, mandei demitir o autor do papel disparatado”.

“Mandei também apurar por que esse oficial da PM assinou aquele papel absurdo. Ele irá responder a processo disciplinar para esclarecer os fatos”, afirma.

Em nota, o comandante geral da Polícia Militar do Maranhão, coronel Jorge Luongo, afirmou: “A Polícia Militar do Maranhão vem a público esclarecer que o documento que circula nas redes sociais onde supostamente se determina às Unidades do Interior que identifiquem lideranças antagônicas ao Governo Local e Estadual é um equívoco grave e sem precedentes, não autorizado pelo Comando da Instituição Policial Militar, que na sua gênese procurava tão somente catalogar dados informativos e estatísticos que subsidiassem um banco de dados para a elaboração do planejamento do policiamento das eleições 2018.

Informa que logo que este equívoco foi identificado, tomou medidas imediatas para corrigir tal erro e tornar sem efeito tais medidas, assim como instaurou um procedimento de apuração legal para as devidas providencias que o caso requer.”

Copiado de:   http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticias/noticia/2018/04/procuradoria-eleitoral-investiga-policia-do-ma-por-espionagem-de-opositores-10319920.html

Atentado a bala em Capão do Cipó

Isto confesso que não me surpreende, pois lideranças sindicais hoje depois que esse bando de lacaios dos senhores do norte tomou o Poder trabalhadores e sindicalistas nada mais valem. Nos ano 70 éramos 90 milhões os brasileiros e hoje menos de MEIO SÉCULO depois já somos mais de 205 milhões. Não há como atender a tal demanda em moradia, emprego, saúde, educação e por aí vai. Isto vai terminar muito mal estou certo, pois a miséria em que está sendo jogada essa massa enorme de brasileiros é um péssimo conselheiro. Os chineses por longas décadas limitaram a UM FILHO por casal. Aqui isto não foi feito e não será feito por que todas essas ditas igrejas não aceitam já que existem para tomar cada vez mais dinheiro dos incautos que as freqüentam. Escrevi certa feita que quando nossa espécie criou as religiões e o dinheiro e essas duas coisas se interligaram resultou em merda.

O Editor

quinta-feira, 19 de abril de 2018

O sindicalista Giovani Diedric(43 anos) sofreu um atentado no início desta noite de quinta, 19, em sua cidade: Capão do Cipó. Conforme a polícia informou, ele levou um tiro no pé e também tem um corte na cabeça. Ele foi socorrido e trazido para o Hospital de Santiago e ficará internado. A Polícia Civil já está atuando no caso sob a chefia do delegado Guilherme Antunes.

Giovani é bacharel em direito formado pela URI e, atualmente, comanda o Sindicato dos Municipários de Capão do Cipó.

Copiado de:  http://www.novapauta.com/2018/04/o-sindicalista-giovani-diedrich-sofreu.html

DE JÚRIS E ORATÓRIAS

sexta-feira, 20 de abril de 2018

Fui o primeiro juiz de Arroio do Meio. Na época, em 1973, aquele povo tinha o estranho costume de pagar as contas em dia, não furtar e não dar tiros nas pessoas . Em andamento pouquíssimos processos. Achei que  estava recebendo meus vencimentos sem trabalhar. Fui, então, falar com o Corregedor Des. Uflacker. Ele me designou, para,  junto com Arroio do Meio, jurisdicionar uma Vara da Comarca de Soledade. Lá me deparei com  um mundo até então estranho para mim. Hoje claro que  não é mais assim, mas na época havia muitos homicídios. Qualquer discussão resultava em tiroteio. Cabia-me presidir o Tribunal do Júri. O Promotor era o recém falecido Lauro Araújo Batista da Silva e os advogados que mais atuavam eram Nedi Urnau e Gudbem Castanheira. Todos com um dom apuradíssimo de oratória, provinham da região campeira, eram corajosos e, ao mesmo tempo, cultos. Quando terminava o júri, por vezes às altas horas  da noite, jantávamos e aí  rolavam os “causos”.Num deles, um homicídio, o Promotor, ao iniciar , disse que examinara os fatos e declarou estar convicto da falta de provas contra o réu.Pediu a absolvição. A defesa, então, foi concisa, não levando mais do que 10 minutos. Não houve réplica. Feitos os quesitos ( da época), os jurados declararam o réu culpado. O juiz, surpreso, explicou de novo o significado dos quesitos e as consequências do sim e do não. Deu o mesmo resultado.  Dias depois perguntaram a um dos jurados a razão de terem feito aquilo. Resposta: que o réu era um baita dum ladrão de cavalos e gado.E a acusação era de homicídio.”Se non è vero, è ben trovato”
Voltando para a oratória. Escolho dois ídolos. Um, Paulo Brossard, meu professor de Constitucional na UFRGS. Iniciava a aula falando bem baixinho.Isso silenciava a turma.Em seguida fazia a si mesmo uma interrogação. Dava uma parada, faiscavam seus olhos, com um dedo em riste , imóvel, E então bramia sua indignação. Quando Brossard discursava no Congresso Nacional todos acorriam para o ouvir num silêncio sepulcral.
Meu outro ídolo na arte da oratória foi o Padre Paulo,  de Araranguá. Minha primeira esposa era de lá e quando visitávamos a cidade íamos à missa. Eu curtia embevecido seus sermões, não pelo conteúdo, mas pela forma. Ele arremedava  a suposta voz dos personagens: Deus era retumbante, o diabo tinha um voz de falsete, cada apóstolo tinha um timbre. Terminava o sermão num altíssimo volume, erguia os braços ao céu, ficava imóvel por eternos segundos, deixava cair os braços como se fosse desfalecer e balbuciava: amém.
Copiado de:   http://ruygessinger.blogspot.com.br/2018/04/de-juris-e-oratorias.html

A morte atingiu a Rede Globo$ta de Televi$ão?

 

Acabo de sintonizar tal Rede e ali vejo a Sandrinha Annenberg vestida de luto, isto mesmo, de luto, pois de preto da cabeça aos pés.

Se alguém que lá presta serviços me solidarizo com os familiares. Porém se tal empre$a $onegadora está morrendo somente não soltarei foguetes por que não integro a grande legião dos idiotas que perdem membros com tais artefatos explosivos.

A apresentadora referida acima acabou de sair do ar eu obviamente, pois a programação deles é uma bo$ta.

 

A choradeira da não duplicação da BR-116 ligando Porto Alegre a Pelotas

 

 

Esse assunto é pauta freqüente em nossos meios de comunicação. Não tiro a razão dos que reclamam da não conclusão de tais obras.

Para mim o problema é conseqüência da burrice desde os generais da ditadura de 64 e persistiu especialmente nos Governos FHC.

Digo isto por que desde 64 absurdamente foram abandonadas as ferrovias assim como o transporte por vias fluviais e lacustres. 

Cargas que precisam de dezenas de caminhões poderiam ser transportadas pela Lagoa dos Patos até o Lago Guaíba a Porto Alegre em apenas uma embarcação e temos um porto abandonado e que alguns picaretas ou vigaristas, confesso que ainda não sei bem querem tornar em local de festas. Ontem a PF andou metendo a mão nesses picaretas que encantam a tantos idiotizados.

Não consigo aceitar que tendo possibilidade de navegar por cerca de NOVE MIL QUILOMETROS em toda a extensão de nossa costa tenhamos por certo não mais do que um trinta navios fazendo cabotagem e todos eles por certo da Petrobras que esses vermes que tomaram o Poder estão tentando entregar aos senhores do norte.

Ser brasileiro e pensando somos levados ao sofrimento diante de tanta ignorância de parte de administradores públicos tanto civis quanto militares de verdade.

Assim como a navegação as ferrovias foram literalmente jogadas na lata do lixo por FHC.

Ferrovias surgiram em terras da Rainha da Inglaterra e depois de inventada a locomotiva a vapor foram implantadas ferrovias para as quais já havia as estradas perfeitamente niveladas e construídas pelos romanos.

Então a bitola das ferrovias passou a ser de 1,80m, mesma largura dos eixos das bigas romanas às quais tais estradas haviam sido construídas.

Na segunda metade do século passado os romanos deram uma rasteira linda nos senhores do norte que construíram um enorme tanque às suas naves espaciais e o mesmo não passou no primeiro túnel ferroviário. Foram derrotados pelas BUNDAS dos cavalos romanos.

Para acabar de vez com os transportes em nosso país os ditos constituintes de 1988 que para mim não passaram de um bando de idiotas ou oportunistas decidiram acabar com a TRU (Taxa Rodoviária Única) recolhida pela União e divida em iguais partes com os Estados, a qual por ser TAXA somente podia ser empregada em rodovias, quer na construção, manutenção ou ampliação de rodovias. Criaram tais idiotas a IPVA arrecado pelos Estados e dividido em iguais partes com os municípios. Tais valores por serem um imposto podem ser gastos de acordo com a vontade de Prefeitos e Governadores.

 

Instituto da Cultura Árabe divulga nota de repúdio às declarações de Ana Amélia

Suspeito de roubo a farmácia é preso em Capão da Canoa

A burrice e desrespeito aos que pensam ocorre também com esses “profissionais” contratados pela POLÍCIA para postarem notícias no sítio da mesma na Internet. No presente caso não se trata de “suspeito” e sim de bandido e abusado, pois se vale da vergonhosa omissão da polícia de quarteirão para praticar seus crimes contra farmácias na principal via pública da cidade, Avenida ParaguaÇu.

O Editor

Publicação: 

ação
Ação policial – Foto: Polícia Civil

Um homem foi preso nesta quinta-feira (19), em Capão da Canoa, por roubo a farmácia. Crime ocorreu na Avenida Paraguassu, zona nova do município. Ele foi preso em sua residência no bairro Parque Capão da Canoa. O indivíduo possui vários antecedentes policiais, inclusive por roubo a farmácia e foi reconhecido por vítima do ataque. Segundo o delegado Roland Short, investigação da DP de Capão da Canoa coletou imagens das cameras de segurança do estabelecimento e deu inicio à prisão.

 

Eugènio

Copiado de:  http://www.pc.rs.gov.br/conteudo/48747/suspeito-de-roubo-a-farmacia-e-preso-em-capao-da-canoa

Negado recurso de jornalista em ação indenizatória contra senador Roberto Requião

Publicado em 19 de Abril de 2018 às 10h02

STJ –

A Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou, por unanimidade, um recurso da jornalista Joice Hasselmann em processo no qual pede indenização de danos morais contra o senador Roberto Requião (MDB-PR), em razão de ofensas que lhe teriam sido dirigidas após a divulgação de uma reportagem sobre supostas irregularidades em compras realizadas pelo governo do Paraná em 2007, quando Requião era governador.

Em decisão monocrática do início deste ano, o relator do caso, desembargador convocado Lázaro Guimarães, não conheceu do recurso especial interposto pela jornalista com a pretensão de reformar o acórdão do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) que considerou que as declarações de Requião podem ter gerado contrariedade e insatisfação, mas não dano moral indenizável. A Quarta Turma manteve a decisão do relator.

Compra questionada

Segundo o processo, em 2007 a jornalista apresentou uma reportagem na Band News sobre a aquisição pelo governo de 22 mil televisores para as escolas do Paraná, e criticou o processo de compra. Após a veiculação da reportagem, segundo a jornalista, o então governador fez declarações que a teriam detratado e humilhado durante um programa semanal transmitido pela rádio e TV educativa do estado.

O juízo de primeira instância julgou a ação indenizatória procedente e fixou a condenação em R$ 25 mil, por considerar que termos como canalha, ditos pelo governador, foram direcionados à jornalista. A sentença foi reformada pelo TJPR, o que levou a jornalista a ingressar com o recurso especial, no qual alegou que o entendimento do tribunal paranaense havia divergido de outros tribunais quanto à interpretação da legislação federal (uma das condições para o cabimento do recurso, segundo a Constituição).

Divergência não demonstrada

Ao analisar o recurso, o desembargador convocado Lázaro Guimarães assinalou que, para demonstrar a divergência jurisprudencial no âmbito do recurso especial, é imprescindível que exista similitude fático-jurídica entre os julgados em comparação. Ou seja: A aludida similitude exige que o acórdão recorrido e os paradigmas possuam situações fáticas semelhantes e tenham sido julgados com fundamento nos mesmos dispositivos de lei federal.

Segundo o ministro, a divergência que autoriza o STJ a conhecer do recurso será configurada quando ficar demonstrado que, acerca de situações fáticas semelhantes, os julgados aplicaram o mesmo dispositivo legal, mas lhe deram interpretações antagônicas.

No caso, a recorrente limita-se a colacionar acórdãos que corroborem a tese defendida no mérito recursal, sem realizar o cotejo analítico entre os acórdãos paradigmáticos e o respectivo acórdão estadual, além de não indicar de forma inequívoca os dispositivos de lei federal que teriam sido interpretados de forma divergente, afirmou o magistrado.

Esta notícia refere-se ao(s) processo(s): REsp 1413337

Fonte: Superior Tribunal de Justiça

Copiado de:    http://www.sintese.com/noticia_integra_new.asp?id=429908

Raúl Castro expresa confianza en gestión de nuevo presidente de Cuba

fidelidad a la Revolución

Raúl Castro mostró hoy su confianza en el nuevo presidente de los Consejos de Estado y de Ministros de Cuba, Miguel Díaz-Canel, al destacar su fidelidad a la Revolución y solidez política.

La elección de Díaz-Canel no es casualidad. No dudamos que por sus virtudes, experiencia y dedicación al trabajo tendrá éxito absoluto en la tarea que le ha encomendado nuestro órgano supremo del poder del Estado, aseguró el primer secretario del Comité Central del Partido Comunista de Cuba.

Al ofrecer las palabras finales en la constitución de la IX Legislatura de la Asamblea Nacional del Poder Popular (Parlamento) en el Palacio de Convenciones de La Habana, Raúl Castro destacó la trayectoria laboral y política de Díaz-Canel.

El General de Ejército habló sobre su desempeño en el cargo de primer secretario del Partido en las provincias de Villa Clara y Holguín, y después como Ministro de Educación Superior y primer vicepresidente del Consejo de Estado.

Asimismo, consideró que al cese de su mandato, el recién electo presidente de la isla caribeña debe preparar a su sucesor para viabilizar el tránsito seguro y la continuidad de la Revolución iniciada el 1 de enero de 1959.

También, el diputado Raúl Castro aseveró que el proceso eleccionario que hoy concluye en Cuba ha contado con una masiva participación ciudadana en respaldo a la Revolución y la democracia socialista.

Recordó que esta sesión de la IX Legislatura tiene lugar cuando se cumplen 57 años de la victoria alcanzada en Playa Girón bajo el mando del líder histórico de la Revolución, Fidel Castro, sobre la invasión mercenaria organizada, financiada y desembarcada por Estados Unidos.

Este hecho se reviste de mayor relevancia por ser la primera vez que combatientes del Ejército Rebelde, policías y milicianos defendieron la bandera del Socialismo proclamado por Fidel Castro el 16 de abril de 1961 en el sepelio de las víctimas de bombardeos a los aeropuertos de Ciudad Libertad, San Antonio de los Baños y Santiago de Cuba.

Raúl Castro rechazó recrudecimiento de bloqueo de EE.UU. contra Cuba

Asimismo, Raúl Castro rechazó el recrudecimiento del bloqueo económico, comercial y financiero que desde hace más de medio siglo mantiene el gobierno de Estados Unidos contra Cuba.

El primer secretario del Comité Central del Partido Comunista de Cuba habló sobre las limitaciones al progreso de la isla que provoca esa medida unilateral.

En ese sentido, Raúl Castro mencionó la persecución de transacciones que limitan el acceso a fuentes de créditos y la obstaculización de inversiones extranjeras, necesarias para el desarrollo de la economía cubana.

Igualmente, agradeció la solidaridad internacional y el respaldo de los pueblos del mundo en el reclamo para que cese el bloqueo contra la mayor de las Antillas.

También, en otro momento de su intervención en la Asamblea Nacional del Poder Popular, se refirió al proceso de reordenamiento de la deuda externa que impulsa el país con los principales acreedores.

Se trata -precisó- de una acción que libera a las presentes y futuras generaciones de cargas financieras.

También, abordó temas internos clave para el desarrollo socioeconómico del país, entre ellas la cuestión de la dualidad monetaria, y los problemas que genera.

Raúl Castro mencionó además la importancia de suprimir gratuidades indebidas y subsidios a productos y servicios en lugar de a personas sin otro sostén.

El líder cubano, quien hoy culminó su gestión como presidente de los Consejos de Estado y de Ministros, destacó la necesidad de mejorar los mecanismos de comunicación social, en aras de que hasta el último ciudadano de la isla reciba explicaciones claras y entendibles sobre la realidad nacional y sus temas más complejos.

Respecto al trabajo por cuenta propia (como llaman en Cuba al sector privado) señaló que no se ha renunciado al mismo, pero reiteró que la Revolución descarta cualquier escenario que implique privatizaciones neoliberales.

(Aparecerá aquí discurso completo de Raúl Castro)

Fuente: Prensa Latina

Copiado de:   https://islamiacu.blogspot.com.br/2018/04/raul-castro-expresa-confianza-en.html

Hoje no Pampa Debates

 

Um empresário rico, pois dono de frota de caminhões e o Desembargador Genaro, este especialmente bate com vigor no PT e chegou a afirmar que foram dois Governos do PT que deixaram nosso Estado na situação em que está.

Não sei onde vivia o Desembargador em tal período, mas vivo nesse Estado desde que nasci e lembro muito bem que em 1988 era BRITTO o Governador e tinha como seu líder na AL essa inutilidade que está terminando de enterrar nosso Estado.

Em 1988 Britto dividiu a CEEE em três fatias, vendendo duas delas pelo valor de um BILHÃO E MEIO DE REAIS o que na época era uma montanha de dinheiro. Esse dinheiro seria destinado à quitação das dívidas da empresa que assim se tornaria saudável.

Perdida a eleição Britto que é o supra sumo da ignorância política perdida a eleição distribuiu o valor acima referido a Prefeitos que o haviam apoiado.

Ao invés de nos livrar do DAER         que já naquela época era uma inutilidade e completamente sucateado decidiram aliviar a Folha de Pagamentos do Estado promovendo o tal PLANO DE DEMISSÕES VOLUNTÁRIAS na área de SEGURANÇA PÚBLICA onde todos, eu disse, todos são concursados.

Muitos, muitos mesmo colegas meus deixaram a POLÍCIA JUDICIÁRIA e foram advogar.

Mantido o INÚTIL DAER continuaram e continuam a engordar seus cabos eleitorais no mesmo.

Terminado o Governo Britto este fugiu pela porta dos fundos não passando o Governo ao sucessor legitimamente eleito e Sartori foi para casa com uma modesta aposentadoria de SEIS MIL REAIS mensais por apenas quatro anos de contribuição.

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén