CAIU , DESMORONOU A PONTE ENTRE O MUNDO E SANTIAGO/SÃO BORJA

Noticias No Comments »

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Cai a ponte da BR-287 que estava interditada Claudio Vaz/Agência RBS

ponte santiago
Foto: Claudio Vaz / Agência RBS
A pinguela que há horas vinha recebendo meias-solas se foi. Como se foi aquela do Rio Rosário, como aquela da Yeda, em Agudo, como tantas que vão cair.
Prometem um desvio. Um desvio naquela várzea de barro movediço? Meu caminhão é que não vou deixar passar por lá.
A nova ponte vai ficar pronta em um ano?
Jogo minha camiseta autografada por Don Elias Ricardo Figueroa Brandler que vamos penar bem mais.
Como diz mestre Loeffler: e como é que as pontes romanas subsistem até hoje?
Então, como diriam os ingleses, o mundo está isolado de Santiago…

Fonte: http://ruygessinger.blogspot.com.br/2014/10/caiu-desmoronou-ponte-entre-o-mundo-e.html

Bovinos & muares

Artigo No Comments »

Otávio Sitônio Pinto

“Ela tem a sabedoria dos prisioneiros, que proporcionou a Camões o texto d’ Os Lusíadas e a Graciliano Ramos as Memórias do Cárcere
É de se perguntar se cabe uma ação de injúria diante das declarações de inconformados do Sul e Sudeste com a recente derrota da oposição na eleição presidencial. O Sul e o Sudeste, mais o Centro Oeste, não conseguiram eleger presidente da República o neto de Tancredo Neves. Só por isso, algumas pessoas dessas regiões não poupam diatribes contra nortistas e nordestinos – principalmente estes últimos –, a quem atribuem a eleição de Dona Dilma Roussef.
Nortistas e nordestinos são chamados de bovinos e muares, e de preguiçosos que vivem à custa do Bolsa Família “enquanto o Sul trabalha”. Em primeiro lugar, é necessário definir o gênero a que os brasileiros setentrionais pertencem: se o gênero bovino ou o híbrido muar, ou quiçá humano. Ao depois, perguntar-se porque o maior colégio eleitoral do Brasil – o Sudeste – não elegeu presidente ao neto de Tancredo.
Ora, o Nordeste é apenas o segundo colégio eleitoral do Brasil, e sozinho não poderia ganhar a eleição, inda mais contra a participação do Sul – terceiro colégio – e do Centro Oeste. A região de Lula só contava com o apoio do Norte (quarto colégio), que estava parcialmente dividido, pois alguns estados nortistas deram vitória ao candidato de Minas Gerais, que perdeu no seu estado por meio milhão de votos.
Como foi que o candidato da situação ganhou? Sua vitória foi possível porque contou com a votação de alguns estados populosos, como Minas Gerais (segundo colégio entre os estados) e Rio de Janeiro (terceiro colégio entre os estados). Quer dizer: o Sul e o Sudeste estavam divididos, enquanto o Nordeste votou blocado na mineira Dilma Roussef (72% dos votos válidos).
Os nove estados do Nordeste, mais o semiárido do Norte de Minas (área incluída no Polígono das Secas e no Nordeste Legal, onde goza dos incentivos da Sudene), e os estados mais representativos do Norte, votaram na ex guerrilheira Dilma Roussef.
Esta última qualificação – a de guerrilheira – é a que mais dói nos direitistas do Sul, saudosos da ditadura que Dilma e seus camaradas derribaram. Os machistas e reacionários não aceitam que uma mulher, ainda mais guerrilheira, ocupe a presidência da República. Mas Dilma saiu do cárcere e dos porões da tortura para comandar o Brasil.
Antes, a presidente Dilma chefiou o Colina – Comando de Libertação Nacional, depois ampliado na Vanguarda Popular Revolucionária (VPR), junto a Carlos Mariguela e ao capitão Carlos Lamarca, mártires da ditadura militar.
O Colina, a VPR e a prisão foram a grande escola de Dilma. A cadeia lhe deu três anos de reflexão (a dharma dos budistas) que lhe mostraram a iluminação política. Quando se pergunta, nas entrevistas ou nos debates da televisão, questões de gaveta para a presidente, ela já traz a resposta amadurecida nos anos de silêncio do cárcere. Ela tem a sabedoria dos prisioneiros, que proporcionou a Camões o texto d’ Os Lusíadas e a Graciliano Ramos as Memórias do Cárcere.
O inconformismo daqueles sulistas revela uma ignorância muito grande do que seja o Brasil, ignorância a respeito de sua própria região, de longe a mais populosa do País. Outra mais que atribuem ao programa Bolsa Família o sucesso de Dilma. Ora, o Bolsa Família teve início com FHC, e no Sul, Sudeste e Centro Oeste há mais beneficiários desse programa de que nas regiões Norte e Nordeste. É só fazer a conta.
Mas aqueles inconformados só sabem fazer conta para ganhar dinheiro – à custa do mercado interno formado pelos estados do Norte e do Nordeste, que não importam mercadorias do Primeiro Mundo, melhores mais baratas, para comprar no Sul e Sudeste, mais caro e ruim, para garantir o crescimento da indústria nacional. O Norte e Nordeste, além de oferecerem mão-de-obra barata, ainda preservam a reserva de mercado para o capitalismo sulista. Porque somos brasileiros.
(Sitônio escreve terças, quintas e sábados.)

A culpa é dos brasileiros

Noticias No Comments »

Quando se fala em falta de investimentos na economia brasileira, não se refere aos investimentos estrangeiros diretos (IED), que continuam chegando na média dos US$ 55 bilhões ao ano dos últimos anos e que não caiu este ano, mesmo diante do pessimismo registrado no mercado financeiro. Para o analista do think tank londrino Chatam House, Victor Bulmer-Thomas, “o antagonismo da comunidade brasileira de negócios a Dilma distorceu o cenário, dando a impressão de que o Brasil vai embarcar em quatro anos terríveis.” Para Bulmer-Thomas há investidores estrangeiros acostumados com riscos muito maiores do que o Brasil e cita a Rússia e Angola. “O Brasil não é o maior dos desafios”, diz ele.

Fonte: www.AffonsoRitter.com.br

Fim do Imposto de Fronteira

Noticias No Comments »

Uma das primeiras providências do governo José Ivo Sartori será extinguir o Imposto de Fronteira, segundo afirmou ao programa Ciranda da Cidade da Band o vice-governador eleito, José Paulo Cairoli. O que agrada ao comércio, mas não à indústria, porque ele barra a entrada de produtos fabricados no estado.

Fonte: www.AffonsoRitter.com.br

Aluguel de imóvel sobe 2,96%

Noticias No Comments »

O IGP-M (Índice Geral de Preços-Mercado), índice usado para reajustar contratos de energia elétrica e aluguel, subiu 0,28% em outubro, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV), nesta quinta-feira (30). A alta em 12 meses é de 2,96% –ou seja, quem tem contratos corrigidos pelo IGP-M em outubro vai passar a pagar 2,96% a mais pelo serviço prestado. Em setembro, a alta mensal tinha sido de 0,20%. A variação acumulada em 2014, até outubro, é de 2,05%. O IGP-M é calculado com base em três indicadores (Índice de Preços ao Produtor Amplo, Índice de Preços ao Consumidor e Índice Nacional de Custo da Construção). Os preços são coletados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência.

Fonte: www.AffonsoRitter.com.br

PEC-37 protege os de Grandis contra de menor

Noticias No Comments »

by Gilmar Crestani

Ao invés de fazer campanha para a menoridade penal, Aécio deveria pedir aumento de pena para quem tem dever funcional de agir e não o faz para proteger correligionários corruptos. Causa espanto que as justiças da Suíça e a Alemanha já tenham condenado, respectivamente, a Alstom e a Siemens mas no Brasil processos que envolvem corruptos do PSDB seguem a lei do Engavetador Geral, Geraldo Brindeiro…

Aposto uma pizza bem Grandis que não vai dar em nada!

tucanos
Ministério Publico

Órgão do Ministério Público abre processo contra procurador
Grandis deixou parado pedido da Suíça em apuração sobre propinas da Alstom em contratos de gestões do PSDB em SP

Procurador pode receber a pena de censura, a segunda mais branda na lista de punições da categoria

FREDERICO VASCONCELOSFLÁVIO FERREIRADE SÃO PAULO

O Conselho Nacional do Ministério Público abriu processo disciplinar contra o procurador da República Rodrigo de Grandis por entender que há indícios de que ele descumpriu dever legal no exercício de sua função ao deixar parado por quase três anos um pedido de investigação da Suíça sobre o caso Alstom.

O despacho do CNMP (órgão de controle externo do Ministério Público) aponta que, ao fim do caso, Grandis pode receber a pena de censura, a segunda mais branda na lista de punições para procuradores e promotores.

A abertura do processo administrativo disciplinar contra Grandis foi determinada pelo corregedor do CNMP Alessandro Tramujas Assad na última sexta (24). A medida encerra a sindicância iniciada em novembro de 2013, após a Folha revelar o engavetamento do pedido da Suíça. Agora Grandis terá de apresentar sua defesa.

O despacho do CNMP indica “violação, em tese”, dos deveres de “cumprir os prazos processuais”, “desempenhar com zelo e probidade as suas funções” e “adotar as providências cabíveis em face das irregularidades de que tiver conhecimento”.

A sindicância do CNMP teve desfecho diferente da apuração interna do Ministério Público Federal, que arquivou o caso em abril por entender que a conduta de Grandis não prejudicou as investigações e não houve falta funcional do procurador.

Em outubro de 2013, a Folha informou que procuradores da Suíça se cansaram de esperar pela cooperação de Grandis por quase três anos e arquivaram as investigações sobre acusados de distribuir propina da multinacional francesa Alstom para servidores e políticos do PSDB.

O requerimento feito pelas autoridades suíças em fevereiro de 2011 foi para que o Ministério Público brasileiro interrogasse quatro suspeitos de integrar esquema de distribuição de propina em contratos do setor público de trens. Também haviam sido pedidas análise da movimentação financeira deles e buscas na casa de um dos suspeitos, ex-diretor da CPTM.

Na época, Grandis disse que seu gabinete havia cometido uma “falha administrativa” que levou o pedido a ser arquivado em pasta errada. Depois da divulgação do fato, o CNMP e o Ministério Público Federal iniciaram apurações, e a cooperação com a Suíça foi retomada.

Grandis disse que ainda não foi informado sobre a instauração do processo, mas tem “convicção de que prevalecerá a decisão da Corregedoria do Ministério Público Federal” de que ele não cometeu “falta funcional”.

Gilmar Crestani | 31/10/2014 às 8:37 am | Tags: Mistério Púbico | Categorias: Ministério Público, PEC 37, Rodrigo de Grandis | URL: http://wp.me/pJkCB-7LH

Fonte: http://fichacorrida.wordpress.com/2014/10/31/pec-37-protege-os-de-grandis-contra-de-menor/

PRONTO – ELEGEMOS NOSSOS SALVADORES DA PÁTRIA. TERMINARAM NOSSOS PROBLEMAS

Noticias No Comments »

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

E agora é tudo com eles. A inflação não vai subir, conquanto gastemos no cartão e em futilidades muito mais do que ganhamos e podemos pagar. O Judiciário vai ser mais célere, inobstante não queiramos pagar alimentos a quem é nosso filho, inobstante nossa continuada litigância de má-fé; sem embargo de teimarmos em opor exceções para não adimplir contratos livremente pactuados, sendo as partes de suficiência equilibrada, o que inflaciona demasiadamente o número de processos. Os professores e as professoras irão ensinar bons modos e ética aos nossos filhos, apesar de piscarmos os faróis de nossos carros avisando que tem Polícia com radar logo aí. Continuaremos a pensar que a culpa é toda sempre do vizinho que, por ultrapassado, não compactua com o nosso som alto até 5 da manhã. Esperamos que nossos governantes solucionem os problemas ambientais enquanto atiramos garrafas de plástico pela janela do carro e metemos pilhas velhas no saco de lixo comum. É claro que, ante qualquer contrariedade a nossos interesses, nos ligaremos a mais uns dez e fecharemos a rodovia e que se ralem os doentes, os estudantes, as pessoas que querem trabalhar. Continuaremos, no ano novo, a vestir as ridículas roupas que a TV nos impuser, para dar os 7 saltos nas ondas, o que nos salvará de qualquer abismo e resolverá nossos problemas financeiros. Quando sumirem objetos de valor e aqueles dólares escondidos dentro de casa, continuaremos a culpar a empregada ou a faxineira: capaz que foi alguém da família. Os novos governantes, que trabalharão no Poder Executivo serão os culpados por não nos darem acomodações condignas para nos recuperarmos do vício do crack. Continuaremos esbravejando contra a má qualidade do ensino da Faculdade X quando nosso filho não passa no Exame da Ordem: culpa da faculdade e de seus professores; jamais de nossos inocentes rebentos que dormem o dia inteiro. Vamos, então, agora, sem perda de tempo, atrás de uma CC, ou melhor, de um Cargo em Comissão para nossa inteligente filha: isso de concurso público é tudo marmelada, são cartas marcadas, melhor ela se encostar num “ osso”. No futebol, vamos urrar de satisfação quando o atleta de nosso time simular uma falta e o árbitro embarcar na esperteza.

Se nada disso der certo – culpa das autoridades. Aguardemos as próximas eleições. Quem sabe nosso messias de verdade um dia chegue, mas, como sempre, “ é tudo com ele”.

Fonte: http://ruygessinger.blogspot.com.br/2014/10/pronto-elegemos-nossos-salvadores-da.html

Digo eu: perfeito o que diz o Ruy. Leis são feitas apenas para o demais ou quando apenas nos beneficiam. Falta-nos educação e isto não se pode cobrar de escolas e professores, pois tarefa da família, pai e mãe para ser mais preciso.Para sermos respeitados naquilo que é nosso direito antes precisamos respeitar aos demais e sempre observando as leis que são regras que visam o bem comum.

Segundo turno: votação nos municípios do Litoral Norte

Noticias No Comments »

by Gastão Muri

Votação Litoral Norte
resultado segundo turno

Esta é uma tabela com grande parte dos municípios do Litoral Norte e suas respectivas votações para presidente no segundo turno. Mais adiante publicarei outra tabela com os outros municípios. Em Arroio do Sal Aécio Neves (PSDB) obteve grande vantagem sobre Dilma Rousseff (PT), o que podemos atribuir à proximidade com Santa Catarina, onde geralmente o PT se dá muito mal. Já em Mostardas a petista foi muito bem, considerando que os programas sociais repercutiram neste município. Nas demais cidades as vitórias de ambos os lados foram relativamente apertadas.

Fonte: http://gastao30.wordpress.com/2014/10/29/votacao-do-litoral-norte/

Taxa baixa de investimentos

Noticias No Comments »

O nível médio histórico de investimentos no Brasil é de 18% do PIB, muito baixo se comparado com Índia e China, que estão na casa de 35% a 40%, segundo o analista da Chatham House, Victor Bulmer-Thomas. Para convencer os empresários brasileiros a investir, Dilma teria que dar uma série de sinais ao mercado – desde o nome da nova equipe à renovação de alguns princípios. Um dos anúncios mais esperados é o nome do novo ministro da Fazenda, já que Guido Mantega está de saída. Os analistas acreditam que o mercado aceitará bem algum ministro com perfil parecido com o de Antonio Palocci, com reputação de bom trânsito entre os empresários nacionais, mas rejeitará políticos como Aloisio Mercadante, visto como “esquerdista demais”, segundo Stephen Rose. Mas mesmo a indicação do novo ministro e da equipe econômica não seriam suficientes para apaziguar o mercado.

Fonte: www.AffonsoRitter.com.br

Senado aprova aumento salarial e mudança das carreiras na Polícia Federal

Noticias No Comments »

terça-feira, 28 de outubro de 2014

policia-federal

O plenário do Senado aprovou nesta terça-feira, 28, a Medida Provisória 650, que trata da reestruturação das carreiras da Polícia Federal e concede reajuste de 15,8% (dividido em parcelas para 2014 e 2015) para agentes, escrivães, papiloscopistas e peritos federais agrários. Se não fosse aprovado nesta terça-feira, o texto perderia validade. A MP também passa a exigir curso de nível superior completo para o acesso à carreira de Policial Federal. Atualmente, agentes, escrivães e papiloscopistas são considerados servidores de nível médio na carreira, apesar de os concursos para esses cargos exigirem formação de nível superior desde 1996. Com a edição da MP, os concursos poderão contar também com análise de títulos, além das provas de conhecimento e aptidão física que já são aplicadas. Com o aumento, os policiais em inicio de carreira, que ganhavam R$ 7.514,33 antes da MP, passaram a receber 8.416,05 em junho deste ano e chegarão a R$ 8.702,20 em janeiro de 2015. Os da classe especial, que ganhavam R$ 11.879,08, estão recebendo R$ 13.304,57 e passarão a receber R$ 13.756,93 em 2015. Como não houve modificação no texto que tramitou nas duas Casas Legislativas, a proposta passa a vigorar imediatamente e foi promulgada após a aprovação da matéria em plenário. No dia 8 de outubro, a Câmara rejeitou, durante votação em plenário, uma emenda que aumentava as exigências para o ingresso na carreira de delegado da PF. A emenda previa que, para fazer parte da carreira, delegados da Polícia Federal precisam ser bacharéis em direito e comprovar pelo menos três anos de atividade jurídica ou policial. Para não criar atrito com os delegados, o governo editou no último dia 14 a MP 657, com as alterações que foram rejeitadas na emenda da Câmara à MP 650. A categoria chegou a ameaçar uma paralisação na semana passada.

Fonte: http://poncheverde.blogspot.com.br/2014/10/senado-aprova-aumento-salarial-e.html

Digo eu: essa constituição desde sua instituição foi instrumento político e em dado momento foi chefiada por Romeu Tuma, servidor do Estado de São Paulo que usou em benefício próprio para eleger-se ao Senado. Hoje é uma instituição de Estado que agora está devidamente estruturada em carreira. Essa instituição vem investigando irregularidades ocorridas dentro da Petrobras o que permitiu a uma revista alinhada com a oposição a veicular inverdades com o claro objetivo de prejudicar a reeleição da atual Presidente da República. As Polícia Judiciárias estão num mundo completamente diferente das Polícias Ostensivas ou de quarteirão, pois essas últimas muito menos é exigido. Essas limitam-se a aplicar notificações de trânsito e outras tarefas menores embora de fundamental importância à sociedade não havendo assim a necessidade do mesmo nível de escolaridade embora os coronés dessas polícias queiram ganhar tanto ou mais do que as autoridades policiais às quais estão submetidos por força da Constituição Federal.

WP Theme & Icons by N.Design Studio
Entries RSS Comments RSS Entrar