Esse assunto é pauta freqüente em nossos meios de comunicação. Não tiro a razão dos que reclamam da não conclusão de tais obras.

Para mim o problema é conseqüência da burrice desde os generais da ditadura de 64 e persistiu especialmente nos Governos FHC.

Digo isto por que desde 64 absurdamente foram abandonadas as ferrovias assim como o transporte por vias fluviais e lacustres. 

Cargas que precisam de dezenas de caminhões poderiam ser transportadas pela Lagoa dos Patos até o Lago Guaíba a Porto Alegre em apenas uma embarcação e temos um porto abandonado e que alguns picaretas ou vigaristas, confesso que ainda não sei bem querem tornar em local de festas. Ontem a PF andou metendo a mão nesses picaretas que encantam a tantos idiotizados.

Não consigo aceitar que tendo possibilidade de navegar por cerca de NOVE MIL QUILOMETROS em toda a extensão de nossa costa tenhamos por certo não mais do que um trinta navios fazendo cabotagem e todos eles por certo da Petrobras que esses vermes que tomaram o Poder estão tentando entregar aos senhores do norte.

Ser brasileiro e pensando somos levados ao sofrimento diante de tanta ignorância de parte de administradores públicos tanto civis quanto militares de verdade.

Assim como a navegação as ferrovias foram literalmente jogadas na lata do lixo por FHC.

Ferrovias surgiram em terras da Rainha da Inglaterra e depois de inventada a locomotiva a vapor foram implantadas ferrovias para as quais já havia as estradas perfeitamente niveladas e construídas pelos romanos.

Então a bitola das ferrovias passou a ser de 1,80m, mesma largura dos eixos das bigas romanas às quais tais estradas haviam sido construídas.

Na segunda metade do século passado os romanos deram uma rasteira linda nos senhores do norte que construíram um enorme tanque às suas naves espaciais e o mesmo não passou no primeiro túnel ferroviário. Foram derrotados pelas BUNDAS dos cavalos romanos.

Para acabar de vez com os transportes em nosso país os ditos constituintes de 1988 que para mim não passaram de um bando de idiotas ou oportunistas decidiram acabar com a TRU (Taxa Rodoviária Única) recolhida pela União e divida em iguais partes com os Estados, a qual por ser TAXA somente podia ser empregada em rodovias, quer na construção, manutenção ou ampliação de rodovias. Criaram tais idiotas a IPVA arrecado pelos Estados e dividido em iguais partes com os municípios. Tais valores por serem um imposto podem ser gastos de acordo com a vontade de Prefeitos e Governadores.