12 de janeiro de 2020, 12h19

Herói da FEB morreu aos 101 anos e Moro tentou fazer homenagem e ouviu da neta: “Meu avô, anti-fascista, defensor da Constituição e democrata, ABOMINAVA você”

Foto: Reprodução

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, tentou homenagear, através de sua conta do Twitter, neste sábado (11), o herói da Força Expedicionária Brasileira (FEB), Coronel Antônio Alexandrino Correia Lima, que morreu no último dia 3, aos 101 anos, mas se deu mal. A filha do coronel respondeu ao ministro:

“Meu avô, anti-fascista, defensor da Constituição e democrata, ABOMINAVA você, sua afronta ao estado democrático de direito e seu governo, que, entre outros, destrói a cultura e a produção audiovisual. Quem envergonha a FEB – e o Brasil – são vocês!”

Sergio Moro

@SF_Moro

Meus respeitos igualmente.A história da FEB é infelizmente insuficientemente valorizada no Brasil.Isso é algo que tem que mudar.Não podemos esquecer o esforço brasileiro contra o nazi-fascismo e os sacrifícios dos combatentes.Por favor, mais livros e filmes sobre isso, no mínimo. https://twitter.com/exercitooficial/status/1215647104745472001 

Exército Brasileiro

@exercitooficial

10ª Região Militar despede-se de herói da 2ª Guerra Mundial, ex-combatente da Força Expedicionária Brasileira (FEB): https://mla.bs/dd282c2a 

Ver imagem no Twitter

renata gomes @renatagames

Eu, neta do Cel. Alexandrino, o FEBiano da foto, herói da WWII, posto a seguinte informação, da eleição do ano passado: