O Ministério Público e seus agentes estão pondo cada vez mais as unhas de fora e ao invés de fazerem suas obrigações estão agora buscando ocupar cada vez mais espaços nos meios de comunicação perseguindo pequenos e médios comerciantes. Em muitos casos denúncias sérias ou são arquivadas ou simplesmente deixadas em alguma gaveta e digo isto por que tais condutas de parte de agentes do MP já enfrentei e disto tenho provas. Quando das badernas ocorridas em todo o território nacional já faz uns três anos vi em diferentes emissoras e em diferentes regiões do país gente obviamente paga para empunhar cartazes contra a PEC 37. Lembram? Como isto ocorreu em vários pontos do território nacional obviamente tal foi “coordenado”. Aqui no Estado se juntam com guardas do Sartori que ao lado deles se sentem POLÍCIA de verdade e passam a investigar crimes como se AUTORIDADES POLICIAS fossem. No próximo verão tal como ocorre já faz muito tempo virá mais uma edição do PLANETA DA FUMAÇA no qual a RB$ enche seus cofres durante um final de semana inteiro e onde crianças atravessam madrugadas em meio a tudo o que não presta. A polícia de quarteirão que alega falta de recursos humanos para nos prestar sua obrigação traz centenas e mais centenas de seus membros, assim como cavalaria, motocicletas de escolta, aquelas que prestam serviço ao Governador do Estado, ônibus, caminhões e só não traz blindados por que não os tem. Isto tudo é gratuito ou há o pagamento pelos serviços? Bem que a Assembleia Legislativa poderia investigar isto, mas não o fará por que tomada por esses guardas que lá prestam serviços aos deputados enquanto aqui não contamos com policiamento. E entra Governo e sai Governo e essa bagunça continua. Até quando isto vai ocorrer?