Praia de Xangri-Lá

Saiba tudo o que REALMENTE acontece em Xangri-Lá

Autor: jloeffler (Page 1 of 4755)

ISTO É JUSTIÇA?

Brasil só julgou 14 dos 300 assassinatos de ambientalistas da última década
ONG Human Rights Watch documenta a impunidade das máfias de madeireiros ilegais que impulsionam o desmatamento

Dilma Ferreira da Silva, assassinada em março de 2019, numa atividade do Movimento dos Atingidos por Barragens.Reprodução

Naiara Galarraga Gortázar

São Paulo – 18 Sep 2019 – 16:17 BRT

Mesmo antes de Jair Bolsonaro virar presidente e levar à cúpula do poder seu discurso contra os ativistas que defendem a natureza, o Brasil já era o país mais perigoso do mundo para os ambientalistas (uma classificação em que foi superado pela Colômbia em 2018). São crimes que na imensa maioria dos casos não foram esclarecidos, nem sequer julgados. Dos 300 defensores da Amazônia brasileira assassinados na última década, só 14 casos acabaram diante de um tribunal, revela a organização não governamental Human Rights Watch (HRW) no relatório intitulado As Máfias da Floresta Tropical, divulgado nesta terça-feira.

No dia 7, um funcionário da Fundação Nacional do Índio (FUNAI) foi assassinado a tiros quando circulava de moto em Tabatinga, no Amazonas. Em março, Dilma Ferreira da Silva, coordenadora do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), foi assassinada na região de Tucuruí, no Pará. A força-tarefa da Polícia Civil confirmou que Silva, seu esposo e um amigo do casal foram assassinados a mando do grileiro Fernando Ferreira Rosa Filho, conhecido como “Fernandinho”. O mandante era vizinho do assentamento que os ativistas viviam e queria as famílias fora da área.

A ONG de defesa dos direitos humanos destaca o trabalho que essas pessoas realizam para a preservação da flora e da fauna, além de alertar às autoridades sobre uma área que abrange 60% do território brasileiro. É o caso de Olimpio Guajajara, que patrulha com 123 membros de sua comunidade um território equivalente ao triplo do município de São Paulo. A HRW detalha o enorme grau de impunidade dessas organizações criminais, que têm a capacidade logística de coordenar a extração, processamento e venda de madeira em grande escala na maior floresta tropical do mundo. O corte ilegal costuma ser o primeiro passo para depois dedicar a terra a cultivos ou pastagens. Por isso os madeireiros são os principais responsáveis pelo desmatamento ilegal, que disparou, segundo dados oficiais preliminares, desde que Bolsonaro chegou à presidência, em janeiro.

Quando o Brasil assinou o Acordo de Paris contra a Mudança Climática, também se comprometeu a acabar com o desmatamento ilegal, recorda a HRW. No entanto, o desmatamento vem aumentando desde 2012. A ONG acusa o atual presidente de ter, com seu discurso e suas ações, dado luz verde às quadrilhas implicadas no desmatamento ilegal. E acrescenta que, desse modo, Bolsonaro “põe os defensores da Amazônia e a própria Amazônia em grave perigo, além de solapar a capacidade do Brasil de cumprir seu compromisso de reduzir as emissões de gases de efeito estufa e contribuir para mitigar o aquecimento global”.

Como recorda a HRW, o mandatário minou a fiscalização das leis ambientais (as inspeções e as multas desabaram) e enfraqueceu as agências ambientais federais (o ministro do setor, Ricardo Salles, demitiu em apenas um dia a 21 dos 27 diretores regionais do Ibama).

A impunidade, de todo modo, vem de longe. Dos 28 assassinatos, quatro tentativas de homicídios e 40 casos de ameaças atribuídos a madeireiros ilegais desde 2015 e analisados detalhadamente pela HRW, só duas das mortes foram levadas a juízo. Embora admita que as investigações são frequentemente complexas por se tratar de crimes ocorridos em lugares muito remotos, o relatório também salienta que as polícias locais frequentemente demonstram um notável desinteresse em perseguir os suspeitos. “Ao não investigar as ameaças de morte, as autoridades estão renunciando ao seu dever de tratar de prevenir a violência dos grupos criminosos envolvidos no desmatamento ilegal, aumentando a probabilidade de que as ameaças sejam concretizadas.”

A ONG exigiu que o Ministério da Justiça elabore com o Ministério Público, as polícias e as agências ambientais um plano de ação para conter a violência e intimidação contra os ativistas e para desmantelar essas redes criminais. Também pede à Procuradoria Geral da República que faça desse assunto uma prioridade.

Fonte: https://brasil.elpais.com/brasil/2019/09/16/politica/1568661819_648829.html

Copiado de:  http://izidoroazevedo.blogspot.com/2019/09/isto-e-justica.html

REPRODUZO PARA JAMAIS SER ESQUECIDA ESSA VERDADE

Veranista só é importante por que sustenta as cidades balneários

 

Os veranistas usam muito pouco seus imóveis aqui no litoral e são eles que sustentam a todos os que aqui vivem. Isto por que é o veranista que em esmagadora maioria paga tributos nos doze meses do ano, mas aqui passa não mais do que sessenta dias ao ano.

Sucessivas administrações dão pouco valor aos veranistas.

Durante o período de veraneio a Prefeitura gasta um bom dinheiro alugando um barracão de lona para alegria de ‘motociclistas’, mas as praças destinadas às crianças assim como os brinquedos que há nas mesmas não são conservados.

Na manhã deste sábado estive no Centrinho de Nova Tramandaí onde há uma PRAÇA, cercada por comerciantes estabelecidos e que nos fornecem o necessário à nossa sobrevivência nos doze meses do ano.

Vi o proprietário do Mercado Center Pão e seu filho desmontando o que restava de uma gangorra.

Fotografei tanto os cidadãos que desmontavam a gangorra, pai e filho assim como parte da mesma em que se oberva que a tábua que compunha a mesma vinha desgatada faz por certo muitos, muitos anos mesmo.

Até quando vamos assistir a tais fatos sem que a Poder Público faça aquilo a que está obrigado por lei e para o que arrecada tributos?

Deltan prenuncia: “aumenta a probabilidade de eu e outros sermos punidos”

 

Fôssemos um país realmente sério e esse sujeito já teria sido demitido e estaria cumprindo pena pelo crime de EXECRAÇÃO PÚBLICA praticado conta o Presidente Lula com aquele POWER POINT em rede nacional.

O Editor

 

 

 

Desmoralizado pela Vaza Jato, o procurador Deltan Dallagnol admitiu em entrevista que espera ser punido por seus crimes. Sem citar as mensagens reveladas pelo The Intercept, Dallagnol diz que há um “ambiente de revanchismo, que aumenta a probabilidade de eu e outras pessoas sermos punidos em diferentes âmbitos”

Share to WhatsAppShare to MessengerShare to Mais…

(Foto: ABr)

247 – Desmoralizado pela série da reportagens que revelaram o conluio da Lava Jato, o procurador Deltan Dallagnol participou de evento em Curitiba em que teceu comentários sobre as decisões do Supremo Tribunal Federal (STF), como a que anulou a condenação de Aldemir Bendine.

Sem apontar argumentos jurídicos que pudessem sustentar o seu discurso, o procurador Deltan surfou na onda da campanha de ultra-direita e fez um discurso político de ataque ao Supremo. A informação é da Folha de S. Paulo.

“Chega lá [no STF] e tem entendimento diferente, novo, com o qual a gente não contava na investigação e derruba [o processo] para trás. Isso é contraproducente”, lamuriou o chefe da força-tarefa da Lava Jato, ao comentar a anulação da condenação de Aldemir Bendine, ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil.

Mensagens da Vaza Jato comprovam que Deltan e demais procuradores da Lava Jato de Curitiba agiam nas sombras, conspirando contra ministros do STF,  violando prerrogativas funcionais e institucionais.

Mas Deltan não citou esses fatos. Apenas disse que as decisões dos ministros do Supremo que não atenderam aos interesses da Lava Jato são “revanchistas” e admitiu que espera ser punido por seus crimes.

“Temos um péssimo ambiente neste momento e ainda soma-se a tudo isso um ambiente de revanchismo, que aumenta a probabilidade de eu e outras pessoas sermos punidos em diferentes âmbitos.”

Segundo ele, além da anulação da sentença de Bendine, outras decisões do Supremo “não geram bons efeitos” no seu suposto combate à corrupção, como a proibição de encaminhamento de informações da Receita e do antigo Coaf para o Ministério Público.

“Fora o prejuízo da investigação, ainda tem o fato de que isso acua os auditores da Receita. Isso é injusto, errado, não gera bons efeitos”, disse ele.

No entanto, a Vaza Jato revelou que a força-tarefa pedia dados fiscais sigilosos por meio de aplicativo de mensagens, sem autorização judicial como determina a lei, ao auditor fiscal Roberto Leonel, que chefiava a área de inteligência da Receita em Curitiba. Questionado por seu superior, Leonel mentiu: “Ele quis saber pq fiz etc e se tinha passado está inf a vcs … Disse q NUNCA passei pois não tem origem ilícita suspeita !!! Por favor delete este assunto por enquanto”.

Copiado de:  https://www.brasil247.com/brasil/deltan-prenuncia-aumenta-a-probabilidade-de-eu-e-outros-sermos-punidos

Comissão da Câmara cria o ‘juiz de garantias’ em nova derrota para Moro

Comissão Especial da Câmara incluiu no pacote anti-crime de Sérgio Moro a figura do juiz responsável pela legalidade das investigações, impedindo que o mesmo juiz faça a instrução dos processos e o julgue. Caso a legislação fosse válida, Moro seria impedido de julgar caso do ex-presidente Lula

Share to WhatsAppShare to MessengerShare to Mais…

(Foto: Marcelo Camargo – ABR)

247, com Revista Fórum – Em nova derrota do governo e, em especial do ministro da Justiça, Sergio Moro, a Comissão Especial da Câmara que analisa o chamado pacote anticrime aprovou nesta quinta-feira (19) a inclusão da figura do “juiz das garantias” no Código de Processo Penal (CPP) brasileiro.

A emenda que introduziu o juiz de garantia é de autoria do deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP), em parceria com a deputada Margarete Coelho (PP-PI). A medida é “fundamental para termos uma Justiça imparcial”, defendeu Teixeira em vídeo postado no Twitter.

O juiz das garantias é o responsável pela fase inicial do inquérito criminal, cabendo a ele supervisionar as investigações, ordenando operações de busca e apreensão, condução coercitiva e quebra de sigilo bancário. Com a emenda, esse juiz fica proibido de julgar o processo ao final do inquérito, o que será feito por outro magistrado.

Paulo Teixeira

@pauloteixeira13

Você sabe o que é Juiz de Garantia? Se a medida já fosse adotada quando Lula foi julgado, certamente teríamos um julgamento mais justo.

104 pessoas estão falando sobre isso

Copiado de:  https://www.brasil247.com/brasil/comissao-aprova-lei-que-proibe-magistrado-de-julgar-investigacao-que-ele-conduzir?utm_source=notification-mobile&utm_medium=notification

E a Primavera se aproxima a passos largos

 

Temos uma manhã primaveril como ainda não tínhamos tido neste ano.

Vento agradável e sol pleno.

Belíssimo dia estejam certos.

Primavera e outono são as duas estações mais agradáveis, penso eu.

Verão e inverno já não me são simpáticos por razões óbvias.

Há 15 dias, Thaméa Danelon sonhava com um STF composto por Moro, Bretas, Janaína e Carvalhosa

Penso que necessário acabar com as transmissões de Sessões de Tribunais Superiores pela televisão.

Democracia exige a discussão de tudo. Se pensam diferente é por que estão saudosos da ditadura. E isto só pode acometer a débeis mentais que não tem a menor ideia do que seja uma ditadura.

Vibrem e muito com a liberdade de comunicação que gozamos hoje e digo isto por que vivi minha juventude dentro de uma ditadura o que não desejo aos meus filhos, netos assim como a todos os demais.

Se escolheram mal, cobrem de seus representantes na Câmara Federal. De nada resolve cobrarem do Senado, pois este deve representar o ente Estado de origem dos Senadores. Nosso Estado colocou lá “foncinário” de emissora de TV, coroa machão que levou uma jovem para lá e aplicou nela uma surra com um cinto, algo à moda antiga, mas os patrões abafaram o caso.

O Editor

 

 

 

Em uma postagem no Twitter de 2 de setembro deste ano, a procuradora da Lava Jato flagrada admitindo ter aceitado redigir uma minuta para que o advogado privado Modesto Carvalhosa pedisse o impeachment do ministro do STF Gilmar Mendes, Thaméa Danelon escreveu que “com certeza teríamos um outro Brasil” se o Supremo tivesse essa formação

(Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

247 – A procuradora do Ministério Público de São Paulo Thaméa Danelon, flagrada na Vaza Jato nesta segunda-feira 16 atuando para tentar derrubar o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes, sonhava ainda recentemente com um STF composto por figuras ligadas à Lava Jato, além de outros nomes.

Em uma postagem no Twitter de 2 de setembro deste ano, a procuradora da Lava Jato citou o ex-juiz e atual ministro Sergio Moro, o juiz da Lava Jato no Rio de Janeiro, Marcelo Bretas, e ainda a deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP), responsável pelo pedido de impeachment contra Dilma Rousseff, e o advogado Modesto Carvalhosa, com quem se associou para o gesto contra Gilmar, de acordo com os vazamentos.

Nas mensagens vazadas na noite desta segunda, Thaméa admite ao chefe da força-tarefa no Paraná, Deltan Dallagnol, ter aceitado um pedido de Carvalhosa para redigir uma minuta que pediria o impeachment de Gilmar Mendes. O advogado acabou apresentando dois pedidos de impeachment contra o magistrado. Ela recebeu apoio total de Dallagnol, que ainda se ofereceu para revisar o texto e sugeriu que ela contatasse a força-tarefa no Rio, onde havia “tudo documentado” para derrubar Gilmar.

 

Thaméa Danelon

@thameadanelon

Imaginem um STF com os seguintes integrantes: Dr. Sérgio Moro, Dr. Marcelo Bretas, Dra. Janaína Paschoal e o Prof. Dr. Modesto Carvalhosa. Com certeza teríamos um outro Brasil 🇧🇷🇧🇷🇧🇷@SF_Moro @mcbretas @JanainaDoBrasil @CarvalhosaMo

6.307 pessoas estão falando sobre isso

Copiado de:  https://www.brasil247.com/brasil/ha-15-dias-thamea-danelon-sonhava-com-um-stf-composto-por-moro-bretas-janaina-e-carvalhosa?utm_source=notification-mobile&utm_medium=notification

 

Pastores da Universal vão a juri sob acusação de queimarem menino vivo

A 2ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu que os pastores Joel Miranda e Fernando Aparecido da Silva serão submetidos a um juri popular sob a acusação de terem queimado vivo em 2001 Lucas Terra, de 14 anos.
Os pastores então estavam na Igreja Universal.

O advogado da família Terra afirma que os pastores mataram o menino porque o garoto viu os dois em relação homossexual dentro de um templo da Universal de Salvador (BA).

Os pastores teriam violentado Lucas, colocando-o, depois, dentro de uma caixa de madeira e queimando-a.

O processo judicial se arrasta por causa dos recursos aos quais os pastores têm recorrido, aumento o sofrimento da família de Lucas. Seu pai morreu em fevereiro de 2019.

Em novembro de 2018, o ministro Ricardo Lewandowsky, do STF, monocraticamente anulou o processo alegando falta de provas.

O Ministério Público recorreu e agora, por quatro votos contra um de Lewandowsky, a 2ª Turma decidiu que o caso deve ser levado a juri popular, cuja data ainda não foi marcada.

A TV Globo apresentou em 2006 o caso de Lucas no programa policial Linha Direta [vídeo abaixo], contra o qual a Igreja Universal entrou com vários recursos judiciais, sem conseguir tirá-lo do ar.


Com informação do STF e deste site. 
Copiado de: https://www.paulopes.com.br/2019/09/pastores-da-universal-vao-juri-sob.html#.XYL3iGZ7lPY

Informação aos meus leitores

 

Breve vou deixar de postar nesse blog que mesmo assim ainda ficará no ar por algum tempo vez que renovei o registro do mesmo nessa semana.

Passarei a postar no seguinte endereço:

http://praiadexangrila.com.br/

 

Saí da frente da TV

 

 

Nessa tarde vi as duas mulheres mais feias desse Estado e ambas na televisão.

Só me restou trocar o Canal.

Ambas são obviamente vítimas da feiura, pois penso que ninguém deseja trazer ao mundo nenhum filho ou filha feios.

Feiura e beleza são algo muito relativo obviamente e o que é feio para uns pode ser lindo para outros.

Não cito nomes por respeito a tais criaturas.

 

É grande o time de estrelas que pode perder contrato com a Globo

Esse ‘menino’ com o Raí, irmão do Dr. Sócrates e alguns outros ‘meninos’, faz cerca de uma década alugaram uma mansão em Atlântida onde passaram um tempo. Só havia ‘meninos’ na casa onde os mesmos se divertiram por vários dias. Artistas são artistas, gostemos ou não, não é mesmo?

O Editor

 

 

Zeca Camargo pode deixar a emissora
Zeca Camargo pode deixar a emissora Reprodução

A esteira de renovação de contratos e redução de custos na Globo não para.

E a fila das grifes que podem perder o vínculo fixo com o canal em breve só aumenta.

No time dos grandes salários, nomes como Zeca Camargo, Fernanda Lima, Aguinaldo Silva, Miguel Falabella,  Angélica e até Márcio Garcia estão na mira da rede na redução de gastos contratuais com funcionários.

Com mais de 20 anos de Globo, Zeca Camargo pode deixar o canal em 2020. A emissora que reduzir o salário do apresentador, que estaria atualmente na casa dos R$ 300 mil, e ele não estaria muito disposto a aceitar.

Um dos principais autores da emissora, Aguinaldo Silva também deve deixar o canal.  O dramaturgo, que chega a embolsar mensalmente algo em torno de R$ 2 milhões (quando está com novela no ar), deixou de ser um dos queridinhos do canal após o fracasso de “O Sétimo Guardião”.

Miguel Falabella é outro que não deve renovar o seu acordo.

Já a permanência de Fernanda Lima e de Angélica dependem de novos projetos na emissora. As duas estão sem programa.

Grávida, Fernanda resolverá sua situação em 2020, quando voltar de licença-maternidade. Já Angélica tem mais um ano de acordo, mas precisa emplacar uma nova atração, uma vez que está na geladeira há mais de uma no , quando acabou o ‘Estrelas’. A mulher de Huck tenta emplacar uma atração em abril do próximo ano, mas nada garante vaga para o projeto na grade.

O corte pode atingir novamente o casting de atores. Na berlinda dos contratos fixos estão atrizes como Flávia Alessandra, Carolina Dieckmann, Vanessa Giácomo, Andreia Horta, Bruna Linzmeyer, entre outras. A permanência dos atores agora no time fixo da rede dependerá ainda mais da garantia de escalações para projetos futuros.

Copiado de:  https://entretenimento.r7.com/prisma/keila-jimenez/dony-de-nuccio-curte-comentario-que-chama-globo-de-lixo-17092019?utm_source=pushnews&utm_medium=pushnotification

Page 1 of 4755

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén