Praia de Xangri-Lá

Saiba tudo o que REALMENTE acontece em Xangri-Lá

Author: jloeffler (Page 2 of 4112)

Cerimônia da mentira – artigo do mestre Heródoto Barbeiro

OPINIÃO

cerimônia-da -mentira - artigo

O rei está nu. Esta foi a melhor definição de transparência de todos os tempos. Todos viam as partes pudicas de sua majestade e não comentavam. Temiam a reação do soberano. Foi preciso que uma criança dissesse a verdade. Nos dias atuais o rei mudou de comportamento. Cobre tudo com o mais pesado tecido para que o povo não veja o que se passa no governo. Há um biombo que foi recentemente e parcialmente derrubado pelo portal da transparência. O que se viu foi uma suruba, usando a expressão de um probo senador da república.

O manto diáfano ainda cobre grande parte das instituições do Estado e o provedor de tudo, o contribuinte não tem acesso quanto e como se gasta o imposto que paga. A casta que domina o Estado privatizou suas atividades e perpetua esse domínio com as reeleições consecutivas para os cargos no legislativo e executivo. O judiciário é aparelhado pela promoção de escolhidos para os tribunais superiores que também são indicações políticas e não de notável saber jurídico. Uma tempestade perfeita contra o cidadão.

As autoridades de vários níveis exacerbam na realização de rituais e cerimonias. Dão a impressão à população que estão sendo transparentes, mas o que ocorre é apenas um processo narrativo. Todos saem do evento, uns com a sensação que há transparência, outros que conseguiram enganar o distinto público mais uma vez. Querem todos ficar bem na foto, tanto o principal oficiante como seus coadjuvantes. Para realizar uma narração perfeita leem disfarçadamente as mensagens que julgam mais importantes. Treinam ler o teleprompter duplo, transparente, que proporciona virar a cabeça de um lado e outro como se estivesse falando com os dois lados do auditório.

No vídeo publicado na internet passam a impressão que falam com convicção. Leem na câmara de tevê. Ou usam um púlpito especialmente construído com uma inclinação que impede o auditório, e as câmaras, mostrarem o papel com as key messages lá escolhidas. Mistura-se o improviso sobre o irrelevante com as mensagens escritas e lidas discretamente. Gestos, pausas, olhares no horizonte reforçam a encenação. Uma vez dado o recado, o condutor da cerimonia retira-se com sorriso falso e se recolhe com os seus assessores. Perguntas dos jornalistas não fazem parte cerimonial, portanto estão descartadas.

Mais informações e mais comunicação, necessariamente, não clarificam as instituições do Estado. Com o crescimento das mídias sociais é possível encher o vazio de notícias falsas que levem os cidadãos a acreditar que sabem de tudo o que tem direito. Elas também eximem os governantes de plantão de serem humilhados com a bateção de panelas quando convocam uma rede oficial de rádio e televisão. Portanto é preciso ficar atento que a massa de informação não gera verdade. Há necessidade que elas sejam processadas, avaliadas, criticadas e debatidas. Ou seja que a narrativa seja substituída pela adição de novas formas de avaliação intelectual.

Assim a sociedade da transparência elimina todos os rituais e cerimonias caras e que demonstram que os oficiantes não tem muito mais coisa para fazer durante o dia. Elas atrapalham a aceleração de circulação da informação, da comunicação e da produção. A agenda se torna mais encorpada e ganha destaque na divulgação.

Fonte: http://portal.comunique-se.com.br/cerimonia-da-mentira/

A MENINA CAROL, ANÔNIMA GUARDIÃ DA NATUREZA EM XANGRI LA  

Belíssima a atitude dessa criança. Merecedora de minha admiração, pois as crianças hoje esqueceram valores como esse já que enfiadas dentro dos malditos telemóveis.

O Editor

 

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Estava fazendo minha corrida matinal na praia, quando vi uma menina, de bicicleta, perto do que imaginei ser um cachorro preto grande.
Olhando melhor, vi tratar-se de um leão ou lobo marinho.
Ela me contou que estava cuidando do bicho  tanto dos cachorros vadios como de pessoas que pudessem molestá-lo.
Relatou que o bicho deveria estar exausto, que tentara voltar ao mar, mas desistira e retornara perto dos cômoros.
E que ela montaria guarda até chegar a Patrulha Ambiental.
Sim, amigos, o Planeta ainda tem futuro!

URGENTE: Meirelles delatado na lava jato

  | 40 Comentários

O ministro dos Bancos Henrique Meirelles foi delatado na lava jato.

Citado em 41 delações da JBS, o dublê de ministro da Fazenda vinha sendo preservado pela velha mídia.

Agora não dá mais para segurar. Fontes fidedignas, de Brasília, informam que o material coletado pelos procuradores tem poder das bombas atômicas que destruíram Hiroshima e Nagasaki. Só que apenas um alvo: Meirelles.

Meirelles presidia o Banco Original, controlado pelo Grupo J&F, dono do Frigorífico JBS. O ministro jactava-se de que a instituição financeira era a primeira 100% digital do país.

Ainda de acordo com fontes no Distrito Federal, a PGR desistiu da delação do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) porque os procuradores obtiveram informações mais “ricas” acerca de Meirelles.

Por falar em rico, Meirelles lucrou R$ 217 milhões com a sua consultoria, em 2016, e transferiu R$ 167 milhões, na forma de dividendos, três meses antes de assumir o cargo no ilegítimo governo Michel Temer (PMDB).

Em tempo: Henrique Meirelles se tornou descartável pelo sistema financeiro haja vista o rombo de R$ 180 bilhões nas contas públicas; tal resultado compromete, inclusive, o pagamento de juros à banca e rentistas.

Fonte:  https://www.esmaelmorais.com.br/2017/08/urgente-meirelles-delatado-na-lava-jato/

Sem consultar servidores, Governo do Estado anuncia divisão do IPE


Anúncio de mudanças no IPE oram feitos nesta terça-feira (15) | Foto: Divulgação

Lucas Rohan

O governo do Estado anunciou nesta terça-feira (15) que pretende dividir o Instituto de Previdência do Estado do Rio Grande do Sul (IPE) em duas autarquias independentes. De acordo com o governo, o objetivo da duplicação é “modernizar o atendimento”, mas o sindicato que representa os servidores questiona a proposta afirmando que a divisão vai gerar mais gastos e não vai solucionar os problemas do IPE.

“Os problemas que nos temos hoje não vão se resolver separando em duas instituições. Hoje nós já trabalhamos com essa separação, temos as pessoas especialistas de cada área com a sinergia de usar o mesmo cadastro, os mesmos programas”, afirma Roberto Max Liebstein, presidente do Sindicato dos Servidores do Instituto de Previdência do Estado (Sindipe). Para ele, a “duplicação” do IPE não se justifica.

A ideia é criar o IPE Prev, que teria foco exclusivo na previdência dos servidores estaduais, e o IPE Saúde, destinado a gerir os serviços de assistência de saúde dos servidores e beneficiários. “O IPE precisa de uma reestruturação, mas não há necessidade de fazer isso separando o que é hoje. Isso poderia ser feito nas condições atuais, sem aumento de despesas, o que vai na contramão daquilo que o Governo do Estado vinha apregoando”, defende Liebstein.

Durante a apresentação da proposta, nesta terça-feira, o governador José Ivo Sartori prometeu que não haverá qualquer alteração na contribuição dos servidores e nem no valor descontado para a previdência. Ele alegou que sem a reestruturação do IPE, as finanças do Estado “se inviabilizam ainda mais”.

O diagnóstico sobre a necessidade de mudanças no IPE parece coincidir entre o governo e os sindicalistas, mas a forma como Sartori resolveu enfrentar o problema é alvo de críticas. Roberto Max Liebstein contou que a ideia não foi discutida com os servidores, o que na visão dele representa “uma falta de respeito com as entidades”.

“O plano de saúde do IP tem mais de 1 milhão de associados, é uma parcela significativa da população gaúcha que, bem ou mal, recebem uma assistência que se fossem buscar na rede pública não encontrariam”, argumenta o presidente do Sindipe.

Liebstein afirma que entre os servidores há dúvidas sobre as reais intenções do Governo do Estado ao propor essa reestruturação. “Sabemos que o governo tem a intenção de dividir para vender ou posteriormente incluir o OPE numa negociação da dívida. Inicialmente não queremos entrar nesse debate, mas parece que o governo vai mandar esses projetos para a Assembleia em regime de urgência”, aponta.

O Sindicato dos Servidores do IPE solicitou, na manhã desta terça-feira, acesso aos projetos que serão enviados pelo Governo à Assembleia Legislativa para propor sugestões. Até o momento, no entanto, tudo o que eles sabem sobre as alterações está resumido em uma “carta de intenções” apresentada pelo atual presidente do IPE aos servidores.

Fonte:  https://www.sul21.com.br/jornal/sem-consultar-servidores-governo-do-estado-anuncia-divisao-do-ipe/

ÁUDIO: eleitores de Bolsonaro adicionam Maria do Rosário em grupos de WhatsApp para ameaçá-la e xingá-la

Do DCM

Depois da decisão do STJ mantendo a condenação de Jair Bolsonaro por ofensas a Maria do Rosário, a deputada voltou a sofrer ataques dos eleitores de JB.

Bolsonaro foi condenado em 2015 a pagar indenização de R$ 10 mil a Rosário por danos morais, mas recorreu.

Segundo a decisão, ele deve se retratar publicamente em jornais, no Facebook e no Youtube.

Em 2014, afirmou que Maria do Rosário não merecia ser estuprada porque a considera “muito feia”. Por essa mesma declaração, o deputado é réu no STF.

A nova tática dos seguidores de Bolsonaro é incluí-la em grupos de WhatsApp “sob medida”: policiais, detratores de direitos humanos, racistas, neonazistas, além de, obviamente, comunidades de bolsonaristas que fazem campanha para 2018 etc.

Quando ela sai dos grupos e bloqueia quem a adicionou, outro integrante a adiciona de volta. Ouça:

Não são apenas as gravações: há também mensagens de texto do mesmo teor.

O material está sendo enviado para a Polícia Federal.

Em fevereiro, o DCM contou da campanha na internet de difamação de sua filha de 16 anos, protagonizada por extremistas ligados ao candidato do Patriota, ex-PEN.

Imagens da garota foram publicadas em sites como um certo “Faca na Caveira”, hospedado na Austrália, que contém “matérias” sobre, por exemplo, “4 tipos de armas que todo brasileiro deveria ter em casa”.

Os caluniadores se reúnem no site 55chan, conhecido por ser um antro com toda sorte de conteúdo racista, homofóbico, antissemita, militarista, pornográfico.

Todos são anônimos e trocam informações sobre protocolos para se proteger de rastreamentos.

Bolsonaro é seu messias. Eles tentam arregimentar subcelebridades:  “Se o Alexandre Frota não falar sobre o assunto, a parada vai esfriar”, escreve um usuário.

RBS, afiliada da Globo, pagou R$ 11,7 milhões para conselheiro do CARF

27 Outubro 2015

 

Documentos sigilosos vazados nesta quinta (22) comprovam que o Grupo RBS, o conglomerado de mídia líder no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, pagou R$ 11,7 milhões à SGR Consultoria Empresarial, uma das empresas de fachada apontadas pela Operação Zelotes como responsáveis por operar o esquema de tráfico de influência, manipulação de sentenças e corrupção no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (CARF), o órgão vinculado ao Ministério da Fazenda que julga administrativamente os recursos das empresas multadas pela Receita Federal.

A reportagem é de Najla Passos, publicada por Carta Maior, 23-10-2015.

A SCR Consultoria Empresarial é umas das empresas do advogado e ex-conselheiro do CARF, José Ricardo da Silva, indicado para compor o órgão pela Confederação Nacional do Comércio (CNC) e apontado pela Polícia Federal (PF) como o principal mentor do esquema. Os documentos integram o Inquérito 4150, admitido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na última segunda (19), que corre em segredo de justiça, sob a relatoria da ministra Carmem Silva, vice-presidente da corte.

Conduzida em parceria pela PF, Ministério Público Federal (MPF), Corregedoria Geral do Ministério da Fazenda e Receita Federal, a Operação Zelotes, deflagrada em março, apurou o envolvimento de funcionários públicos e empresas no esquema de fraude fiscal e venda de decisões do CARF que pode ter causado um prejuízo de R$ 19,6 bilhões aos cofres públicos. Segundo o MPF, 74 julgamentos realizados entre 2005 e 2013 estão sob suspeição.

As investigações apontam pelo menos doze empresas beneficiadas pelo esquema. Entre elas a RBS, que era devedora em processo que tramitava no CARF em 2009. O então conselheiro José Ricardo da Silva se declarou impedido de participar do julgamento e, em junho de 2013, o conglomerado de mídia saiu vitorioso. Antes disso, porém, a RBS transferiu de sua conta no Banco do Rio Grande do Sul, entre setembro de 2011 e janeiro de 2012, quatro parcelas de R$ 2.992.641,87 para a conta da SGR Consultoria Empresarial no Bradesco.

Dentre os documentos que integram o Inquérito 4150 conta também a transcrição de uma conversa telefônica entre outro ex-conselheiro do Carf, Paulo Roberto Cortez, e o presidente do órgão entre 1999 e 2005, Edison Pereira Rodrigues, na qual o primeiro afirmava que José Ricardo da Silva recebeu R$ 13 milhões da RBS. “Ele me prometeu uma migalha no êxito. Só da RBS ele recebeu R$ 13 milhões. Me prometeu R$ 150 mil”, reclamou Cortez com o então presidente do Carf.

Suspeitos ilustres

Os resultados das investigações feitas no âmbito da Operação Zelotes foram remetidos ao STF devido às suspeitas de participação de duas autoridades públicas com direito a foro privilegiado: o deputado federal Afonso Motta (PDT-RS) e o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes. O deputado foi vice-presidente jurídico e institucional da RBS, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Sul. Os termos de sua participação no esquema ainda são desconhecidos.

Nardes, mais conhecido por ter sido o relator do parecer que rejeitou a prestação de contas da presidenta Dilma Rousseff relativa ao ano de 2014, por conta das polêmicas “pedaladas fiscais”, é suspeito de receber R$ 2,6 milhões da mesma SGR Consultoria, por meio da empresa Planalto Soluções e Negócios, da qual foi sócio até 2005 e que ainda hoje permanece registrada em nome de um sobrinho dele.

Processo disciplinar

Nesta quinta (22), a Corregedoria Geral do Ministério da Fazenda anunciou a instalação do primeiro processo disciplinar suscitado pelas investigações da Operação Zelotes. Em nota, o órgão informou que o caso se refere a uma negociações para que um conselheiro do CARF pedisse vistas de um processo, sob promessa de vantagem econômica indevida, em processo cujo crédito tributário soma cerca de R$ 113 milhões em valores atualizados até setembro.

Fonte:  http://www.ihu.unisinos.br/169-noticias/noticias-2015/548287-rbs-afiliada-da-globo-pagou-r-117-milhoes-para-conselheiro-do-carf

Guardas municipais protestam contra PM por prisão de colega em Balneário Camboriú

Na última linha dessa notícia que grifei em vermelho fica evidente quão grandes estão as unhas desses guardas estaduais do vizinho Estado. Eles disseram ali uma mentira enorme, pois quando fazem alguma prisão que pensam configurar PRISÃO EM FLAGRANTE a CF/88 MANDA que eles, todos eles do guarda de menor padrão ao ‘coroné’ apresentem o PRESO EM FLAGRANTE à única autoridade policial que há que é o DELEGADO DE POLÍCIA. Cumprida a obrigação deles o Delegado irá analisar se cabe ou não a autuação em flagrante. Em cabendo o Auto de Prisão em Flagrante uma vez lavrado será então pela AUTORIDADE POLICIAL encaminhado ao Juiz de Direito que irá decidir se homologa ou não tal prisão. Se homologada imediatamente o Juiz manda encaminhar ao MP onde então um de seus AGENTES será escalado para como titular apenas da ação penal se manifestar. O resto, bem creiam que o resto não passa de tertúlia flácida para dormitar “bovis”.

O Editor

SEGURANÇA

 

15/08/2017– 20h13min

  –  Atualizada em 15/08/2017 – 20h13min
 

Foto: Divulgação / Divulgação

A prisão de um guarda municipal por porte ilegal de arma em Balneário Camboriú, pela Polícia Militar, trouxe um novo capítulo à já conturbada relação entre instituições de segurança pública na cidade. Inconformados com a prisão do colega, um grupo de guardas — entre eles, alguns que estavam de uniforme, indicando estarem de serviço — se reuniram no lado de fora da Central de Plantão Policial (CPP) para se manifestarem contra a ação da PM.

A confusão toda ocorreu porque o guarda estava usando a arma dentro de um supermercado, fora do horário de serviço. A arma era dele e estava registrada, mas ele não tinha autorização para o porte, que é um documento diferente.

Audiência 

O prefeito Fabrício Oliveira (PSB) pediu uma audiência com o governador Raimundo Colombo (PSD) para tratar sobre o episódio. Em uma nota em que ressalta a importância da Guarda Municipal, o prefeito afirma ainda que “a situação de insegurança no Estado e no país é de tamanha gravidade que não justifica disputas de mérito”.

Polícia Militar informou que o caso será levado ao Ministério Público.

Fonte:  http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticias/de-ponto-a-ponto/noticia/2017/08/guardas-municipais-protestam-contra-pm-por-prisao-de-colega-em-balneario-camboriu-9871020.html

II – Poesia em Forma de Música

por sandroaamiranda

amor

 

Ainda homenageando o aniversário do Blog Sustentabilidade e Democracia, agora apresentamos músicas em que as letras são verdadeiros exemplos de poesia. Por sinal, a primeira, de fato, são versos em forma de música!

Romântica ou política, a ligação entre música e poesia é indiscutível e isto fica evidente na seleção abaixo.

 

  1. Melodia Sentimental – Composição: Dora Vasconcelos e Heitor Vila-lobos. Interpretação: Zizi Possi.

 

2) Luíza. Composição e interpretação: Tom Jobim.

 

3. Carinhoso. Composição: Pixinguinha e João de Barro (Braguinha). Interpretação: Marisa Monte e Paulinho da Viola.

 

4. Funeral de Um Lavrador. Composição: Chico Buarque. Interpretação: Tânia Alves.

 

5. Súplica Cearense. Composição: Gordurinha. Interpretação: Elba Ramalho.

 

 

 

sandroaamiranda | 15 de agosto de 2017 às 11:11 PM | Categorias: Sem categoria | URL: http://wp.me/p4Yku5-ID
Fonte:  https://sustentabilidadeedemocracia.wordpress.com/2017/08/15/ii-poesia-em-forma-de-musica/

Rachel Sheherazade vira piada após pérola sobre Adolf Hitler e o PT

Redação Pragmatismo

19/MAY/2017 ÀS 16:34

Rachel Sheherazade passou vergonha novamente nas redes sociais ao lançar uma pérola e tentar defendê-la à exaustão. A apresentadora recebeu orientações e foi corrigida sobre a gafe, mas manteve-se irritada e esbravejando

Rachel Sheherazade PT da Alemanha
Rachel Sheherazade disse que Hitler fundou o ‘PT da Alemanha’

A jornalista do SBT Rachel Sheherazade, em sua conta no Twitter, comparou o Partido dos Trabalhadores ao partido nazista de Adolf Hitler, na Alemanha. “Hitler fundou o PT da Alemanha”, escreveu ela.

A declaração se tornou um dos assuntos mais comentados do site, causando muita repercussão. Alguns internautas disseram sentir vergonha alheia pela jornalista e questionaram se ela teria estudado história na faculdade de jornalismo.

Rachel rebateu: “Alguém não aprendeu nada além de doutrinação ideológica de esquerda com professorzinho comunista. Papagaios”.

Em poucas horas, a publicação foi compartilhada por centenas de internautas e a hashtag “PT da Alemanha” foi parar entre os assuntos mais comentados do site.

Em sua coluna no Estadão, o jornalista Marcelo Rubens Paiva comentou a postagem de Sheherazade. Leia abaixo:

Hitler não fundou o PT da Alemanha, Rachel

Em debates acalorados nas redes sociais, algumas vezes aparecem pérolas como “os Nazistas eram de esquerda”.

Não li tal aberração política uma, nem duas, mas centenas de vezes.

Tudo porque uma jovem e inexperiente militância de uma nova e jovem direita brasileira descobriu que Nazismo vem de Nacional Socialismo.

Agora, um ícone dessa militância, a apresentadora do SBT, Rachel Sheherazade, foi mais longe em sua comparação ideológica e escreveu no Twitter, em que tem mais de um milhão de seguidores, que “Hitler fundou o PT da Alemanha”.

A frase virou trend topic do dia (lista de assuntos mais discutidos na rede).

Também disse ontem que não votou em Aécio, pois ela é de direita, e “Aécio é PSDBista, ou seja, um esquerdista”.

Diz ela que o nazismo é uma vertente da esquerda.

Portanto, Hitler seria socialista.

E todos os socialistas seriam defensores do nazismo.

Rachel tem o direito democrático de detestar e combater a esquerda, o PSDB, de acreditar que o PT está associado a tudo de mal que acontece no país.

Os partidos, de fato, afastaram-se da sua essência e alimentou uma rede de corrupção com a elite do poder, num projeto duvidoso de se manter por décadas, seguindo a máxima de que os fins justificam os meios.

No entanto, Rachel, como apresentadora de TV, tem o dever, como todos nós, de medir as palavras, de cumprir um papel que também nos cabe, denunciar e educar, investigar e propor.

Não, Rachel, os nazistas combateram a esquerda alemã.

Comunistas e pensadores de esquerda foram os primeiros a ocupar os campos de concentração. Como prisioneiros.

Hitler expandiu a fronteira ao leste e invadiu a Rússia, pois seu maior inimigo era o comunismo.

Queria, no fundo, uma aliança com a Inglaterra, para juntos combaterem a esquerda, e não entendia por que Churchill não cedia.

Os americanos não entravam na guerra, porque tinham dúvidas de que, para muitos americanos, Hitler era melhor do que Stalin.

Empresas com o GM e IBM fizeram negócios com os nazistas.

Não foram os EUA que declararam guerra à Alemanha, foi o contrário.

Ela já levou um enquadro, ao vivo, do seu patrão, Silvio Santos, que pediu para ela, durante a entrega do Troféu Imprensa, de forma indelicada e machista, que “eu te chamei para você continuar com a sua beleza, com a sua voz, foi para ler as notícias, e não dar a sua opinião. Se quiser falar sobre política, compre uma estação de TV e faça por sua própria conta”.

Ela faz por conta própria.

Para o mal do país

Fonte:  https://www.pragmatismopolitico.com.br/2017/05/rachel-sheherazade-vira-piada-apos-dizer-que-hitler-fundou-o-pt-da-alemanha.html

Responsável por “rouparia” de Marcela ganha imóvel funcional

Há que se submeter esse velho  a um sério exame psiquiátrico vez que sua conduta evidencia óbvio desequilíbrio mental, talvez próprio da senilidade. Que o digam os psiquiatras, pois esses são médicos e assim aptos a aferir comportamento como o desse velho. 

O Editor

 

 

 

 

Por se tratar de assessores de Marcela, elas tiveram a preferência e passaram na frente de outros nomes. (Foto: Beto Barata/PR)

A Secretaria de Administração do Palácio do Planalto aprovou a concessão de apartamento funcional para duas assessoras pessoais da primeira-dama, Marcela Temer. Denise Silva dos Reis Leal e Cintia Borba estão lotadas no gabinete presidencial.

Denise atua como nutricionista da primeira-dama, sendo responsável pelos cardápios elaborados para as refeições no Palácio do Jaburu e também no Palácio da Alvorada.

Já Cintia é responsável pelas questões particulares de Marcela. De acordo com o Planalto, ela cuida da “rouparia”, atuando como uma espécie de “supervisora” da residência oficial do presidente da República.

O benefício do apartamento funcional é dado a servidores que ocupam cargos DAS 4, 5 e 6. Ambas as servidoras são DAS 4.

Denise pleiteou o apartamento funcional à Secretaria de Administração do Processo, responsável pela autorização dos imóveis. O processo foi aprovado porque, segundo o Planalto, ela atendia a todos os requisitos exigidos.

Porém, procurada, a assessoria de Temer disse nesta terça-feira (15) que o “presidente, consultado, vetou verbalmente” o imóvel à nutricionista.

Já Cintia Borba, também lotada no gabinete presidencial, foi agraciada com um apartamento funcional. O Planalto informa que ela é responsável pela “rouparia” do Palácio do Jaburu e do Alvorada, responsável pela supervisão também de “lavanderia, faxina e arrumação” das residências oficiais.

A concessão do apartamento funcional a Cintia, segundo o Planalto, ocorreu no ano passado.

Segundo o apurado, a concessão dos apartamentos funcionais a ambas irritou servidores do governo na semana passada porque existe uma fila de espera para ser atendida com os apartamentos.

E, por se tratar de assessores de Marcela, elas tiveram a preferência e passaram na frente de outros nomes que ainda aguardam ser contemplados, segundo relatos.

O Planalto, procurado pela reportagem, disse que Temer “mandou parar o processo de Denise”, quando foi consultado. E que ela pediu o apartamento em janeiro. As informações são do Blog Andréia Sadi. (AG)

Fonte: http://www.osul.com.br/responsavel-por-rouparia-de-marcela-ganha-imovel-funcional/

Page 2 of 4112

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén