Gustavo Bebianno foi o primeiro ministro demitido no governo Bolsonaro. Saiu depois de um embate com Carlos Bolsonaro.

Bebianno atribui justamente ao 02 a saída do general Santos Cruz da equipe ministerial:

— Quando o presidente Carlos Bolsonaro toma uma decisão, não há volta.

Seguidos embates do general Santos Cruz com Fabio Wajngarten, que desde abril comanda a Secom, também contribuíram para a demissão do ministro.

Jair Bolsonaro ultimamente vinha topando todas as ideias sugeridas por Wajngarten para a área de comunicação do governo em detrimento do que pregava Santos Cruz.

O Globo

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Leia mais: https://jornalpequeno.blog.br/johncutrim/bebianno-atribui-demissao-de-santos-cruz-a-carlos-bolsonaro/#ixzz5qqGPrQ4p