Tipos como esse que enriqueceram tomando dinheiro de incautos precisa mesmo de tal documento, pois certamente assim não mais será importunado em aeroportos por fiscais já que rico como ficou leva muito dinheiro ao exterior. Somente em Miami comprou um “modesto apartamento” beirando a casa dos DEZ MILHÕES DE DÓLARES.

E ainda dizem que os bandidos são os petistas.

O Editor

Ester e Edir Macedo
passam a representar
o Brasil no exterior

O Governo Bolsonaro concedeu passaportes diplomáticos ao bispo Edir Macedo, da Universal, e a mulher dele, Ester Eunice Rangel Bezerra, com validade de três anos.

A concessão foi oficializada com sua publicação no Diário Oficial, no dia 12 de abril de 2019.

Com o passaporte, Edir Macedo, que tem avião, pode se livrar da burocracia dos aeroportos de países, no embarque e desembarque.

Com o documento, ele e Ester se tornam legalmente representantes do Brasil no Exterior.

A decisão do presidente Bolsonaro atropela a Constituição, segundo a qual o Estado brasileiro é laico e não pode, portanto, favorecer direta e indiretamente religiões e líderes espirituais.

Edir Macedo, que apoiou todos os governos petistas, aderiu a Bolsonaro quando o candidato cresceu nas pesquisas, antes do primeiro turno.

O Ministério Público Federal poderá questionar na Justiça a decisão assinada pelo ministro Ernesto Araújo, do Itamaraty

Em 2016, durante o Governo Temer, a Justiça expediu liminar cancelando os passaportes diplomáticos do pastor R.R. Soares, da Igreja da Graça de Deus, e de sua mulher, Maria Magdalena Ribeiro.

Com informação das agências e foto de divulgação.

Copiado de:  https://www.paulopes.com.br/2019/04/edir-passaporte.html#.XLSdGEhKhPY