Praia de Xangri-Lá

Saiba tudo o que REALMENTE acontece em Xangri-Lá

Cinco pessoas são encontradas mortas em cerca de 4 horas em Alvorada

Três jovens foram mortos dentro de uma residência na madrugada desta quinta-feira (11) (Créditos: Matheus Felipe/RBS TV)

Cinco pessoas foram encontradas mortas em um intervalo de 4 horas em Alvorada, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Os fatos ocorreram entre a madrugada e a manhã desta quinta-feira (11).

Dirigentes do Inter relatam ameaças de morte em camarote do Palmeiras

Por volta das 6h30, a Brigada Militar encontrou duas pessoas assassinadas, com marcas de disparos de arma de fogo, na Avenida Nossa Senhora de Lourdes. Os corpos ainda não foram identificados. A Polícia Civil enviou uma equipe para o local.

Mais cedo, pelas 2h30, três homens foram mortos dentro de uma residência na Rua Rio Grande. Eles foram identificados como Douglas Moreira da Silva, de 27 anos, João Pedro Henrique da Silva Pereira, de 18 anos, e Matheus Camargo de Oliveira, de 20 anos.

Temperaturas em elevação nesta quinta

Conforme o delegado Edimar Machado, duas pessoas teriam chegado até a residência a pé, arrombado a porta e executado as vítimas.

“Dois [dos jovens mortos] tinham antecedentes criminais. Um deles por tráfico de drogas, outro por roubos e receptação. [O crime tem] características de execução, cada um levou de cinco a seis disparos de arma de fogo”, afirma o delegado.

Edimar acredita que, pelo modo como os corpos foram encontrados, as vítimas tentaram se esconder em cômodos da casa antes de serem atingidas.

Uma pessoa é morta em São Leopoldo, próximo a divisa com Portão

No decorrer desta quinta-feira, a polícia vai ouvir familiares das vítimas e procurar por câmeras de segurança que possam ter registrado os suspeitos.

Fonte: G1

Copiado de:  https://odiario.net/editorias/cinco-pessoas-sao-encontradas-mortas-em-cerca-de-4-horas-em-alvorada/

Anteriores

Polícia procura cantora evangélica que comanda tráfico no Rio

Próximo

Aumento da desigualdade, risco às aposentadorias atuais e mentiras sobre o déficit da Previdência

Deixe uma resposta

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén