Correta a posição do Prefeito. Os contribuintes pagam para receber a contrapartida em serviços essências e essas festas ‘gáuchas’ nada tem de essencial. Que vendam a terceiros como fabricantes e cervejas, cachaça ou qualquer outra porcaria que o povo costume consumir. Igualmente necessário fazer faxina nos CABOS ELEITORAIS que são engordados em todas as Prefeituras durante o mandato para fazerem a campanha nos ditos CARGOS EM COMISSÃO. Todas as Prefeituras tem quadros qualificados não necessitando mais do que o número de CCs para ocupar Secretarias. Que o povo crie vergonha e já!

O editor

 

 

por Gastão Muri

Provas campeiras poderão ser mantidas em 2017

Alegando dificuldades financeiras, o prefeito de Osório, Eduardo Abrahão, decidiu que o Rodeio Crioulo Internacional será bienal. Em reunião com as entidades tradicionalistas, ele e o secretário de Desenvolvimento e Turismo, Rossano Teixeira, entraram em entendimento para que neste ano seja encontrada uma alternativa para a realização de um evento tradicionalista no Parque Jorge Dariva, com participação reduzida da Prefeitura.
No meio político a repercussão da decisão do Executivo foi imediata. Vereadores do PMDB questionaram o cancelamento do evento, criticando a falta de planejamento da administração municipal. Na tribuna o vereador Martim Tressoldi (PSDB), presidente do Legislativo, chegou a dizer que o prefeito estava mal assessorado. O tucano citou diversas obras que não chegaram a ser cumpridas, apesar do interesse de Eduardo Abrahão.
O assunto ainda terá desdobramentos. O certo é que a Prefeitura está sentindo muito a queda de receita e precisa concentrar recursos em áreas como educação e saúde, o que justificaria esta medida extrema. Apesar disto, as críticas já despencam sobre a Prefeitura.

Fonte: https://gastao30.wordpress.com/2017/03/20/crise-afeta-rodeio-de-osorio/