Projeto quer instalar uma mineradora de chumbo às margens do rio Camaquã. (Foto: Guilherme Santos/Sul21)

Da Redação

A luta de comunidades da bacia do Camaquã contra o projeto de instalação de uma mineradora de chumbo, das empresas Votorantim Metais (Nexa) e Iamgold, às margens do rio, é o tema do documentário “Dossiê Viventes”, que tem pré-lançamento marcado para o dia 8 de dezembro, em Palmas (interior de Bagé) e o lançamento dia 15 de dezembro, no Centro Histórico Vila de Santa Thereza, em Bagé. Após as exibições, haverá roda de conversa com a equipe do filme, pesquisadores e colaboradores.

O lançamento do documentário coincide com a data de comemoração de dois anos da declaração do Manifesto de Palmas, movimento de resistência à implantação da mineradora na parte mais preservada do Bioma Pampa.

O filme retrata a mobilização das comunidades e traz depoimentos de pesquisadores e de lideranças do movimento de resistência. Mais de 40 entrevistas resumem o debate sobre o projeto, cujo processo de licenciamento segue tramitando na Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), acompanhado pelo Ministério Público Estadual e pelo Ministério Público Federal.

A equipe realizadora do documentário reúne Tiago Rodrigues (direção), Jefferson Pinheiro (assistente de direção) e Ingrid Birnfeld (direção executiva).

Copiado de:   https://www.sul21.com.br/ultimas-noticias/geral/2018/11/documentario-retrata-luta-de-comunidades-contra-projeto-de-mineracao-no-camaqua/