O jornalista Lauro Jardim, do O Globo, afirma neste domingo (06) que a delação de Orlando Diniz, ex-presidente da Fecomércio do RJ, está no Supremo Tribunal Federal (STF) e deve detalhar episódios heterodoxos envolvendo o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes, que constam da colaboração do ex-subsecretário de Transportes do Rio, Luiz Carlos Velloso.

Segundo o jornalista, em troca de adiar por um ano uma investigação contra Diniz no TCU, Nardes passou a receber uma mesada de R$ 100 mil entre 2015 e 2016.

LEIA TAMBÉM:
Bolsonaro pagará bônus para perito do INSS que cortar pensões e aposentadorias

A propina, ainda segundo o jornalista, era dada diretamente a Nardes ou a um intermediário indicado por ele. Sempre em dinheiro vivo.

Augusto Nardes foi o relator da farsa das pedaladas fiscais no TCU que culminou com o impeachment da presidenta Dilma Rousseff (PT).

Copiado de:  https://www.esmaelmorais.com.br/2019/01/empresario-detalha-propina-a-ministro-das-pedaladas-fiscais/