Alguns evangélicos estão dizendo na rede social que a morte de Ricardo Boechat em um acidente de helicóptero foi castigo de Deus por ele ter xingado o pastor Silas Malafaia.

Entre várias manifestações, uma pessoa com o pseudônimo de Banda Cadealt escreveu: “Nunca se ataca a um ungido do senhor”.

Miriã Gimenez postou: “Maldito aquele que fala do ungido de Deus”.

Ulisses Araujo: “Mecha [sic] com os filhos do diabo. Mas não maltrate que é de Deus. Porque procurar problema com os de Deus é o mesmo que cometer suicídio”.

Em 2015, o pastor Malafaia disse que Boechat, um “verdadeiro idiota”, tinha dito asneira por afirmar que pastores estavam incitando os fiéis a praticarem violência.

Em resposta, o jornalista disse na BandNews FM que, quando comentou o caso da menina que levou uma pedrada na cabeça por ser do candomblé, ele criticou determinados grupos de evangélicos, não todos, diferentemente, portanto, do que o pastor achava.

“Ô Malafaia, vai procurar uma rola, vai. Não me enche o saco. Você é um idiota, um paspalhão. Um pilantra. Tomador de grana de fiel, explorador da fé alheia. E agora vai querer me processar. Você gosta muito de palanque, não vou ter dar palanque porque você é um otário”, disse em seu programa de rádio (vídeo abaixo].

Hoje (12 de fevereiro de 2019), Malafaia desautorizou seus seguidores que falam em “vingança divina”.

“Não trabalho com um Deus que se vinga porque alguém me xingou. Então tinha que morrer um monte aí, sou caluniado a todo momento.”

Com informação das agências.