segunda-feira, 23 de março de 2020


O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, nomeou para o cargo de diretor do Departamento de Gestão Interfederativa e Participativa da pasta o ex-deputado Abelardo Lupion.
Abelardo é do mesmo DEM de Mandetta. Foi deputado por sete mandatos. É pai do atual deputado Pedro Lupion, um dos vice-líderes do governo no Congresso.
Com a nomeação publicada hoje no Diário Oficial da União, Abelardo — que em 2019 passou pela Casa Civil então comandada pelo igualmente demista Onyx Lorenzoni — volta ao governo de Jair Bolsonaro.
Abelardo foi delatado em 2017 por um executivo da Odebrecht: é acusado de receber R$ 250 mil nas eleições de 2010 e 2012. Ele nega as acusações.
Valter Lana, ex-diretor da empreiteira, afirmou que intermediou o caixa dois ao então candidato e que o pagamento consta no sistema “Drousys”. Lana contou que, na ocasião, levou a Abelardo um papel em que constava a senha para a retirada do dinheiro em São Paulo.

Copiado de:  http://izidoroazevedo.blogspot.com/2020/03/ex-deputado-citado-em-delacao-da.html