A polícia de Manitowoc, no Estado de Wisconsin (EUA), prendeu neste começo de fevereiro de 2019 uma família acusada de enterrar vivo um menino de 7 anos por ele não conseguir recitar 13 versículos da Bíblia.
Ethan estava sob
tutela judicial pelo
casal cristão
A vítima se chamava Ethan (foto), que estava desde 2017 sob a tutela de Timothy Hauschults, 48, e Tina Mckeever-Hauschultz, 35. [fotos abaixo]
O casal e o seu filho de 15 anos, Damian (foto abaixo], torturavam com frequência o menino.

Em abril de 2018, em Newton, sob as ordens de seu pai, Damian fez com que Ethan carregasse um tronco com dois terços de seu peso.

Como Ethan continuava não se lembrando dos trechos da Bíblia, o filho do casal bateu nele por aproximadamente uma hora, com mais de cem golpes, fazendo-o rolar com o tronco até uma poça.

Em seguida, Damian enterrou Ethan ainda vivo na neve.

Depois, à polícia, o jovem admitiu ter enterrado Ethan “em seu próprio pequeno caixão de neve”.

O casal levou Ethan para um hospital, mas o menino já estava morto em consequência, segundo a perícia, de hipotermia e ferimentos na cabeça, tórax e abdômen.

Pais e filho estão respondendo na justiça por homicídio de primeiro grau e seis outras acusações.

Família está sendo
acusada de homicídio

Com informações do site Action News e de outras fontes, como foto de reprodução.

Copiado de:  https://www.paulopes.com.br/2019/02/biblia-violencia.html#.XF9f9flKhPY