Fernandinho Beira Mar que sempre li e ouvi dizer ser um grande traficante e que jamais me convenci disto, pois não sendo pautado por certa emi$$ora de TV que opera em nosso Estado não trajo aquela vestimenta tão decantada como sendo a vestimenta dos que vivem nesse Estado.

Não toco sanfona, não freqüento tal ambiente assim como não bebo nada que contenha álcool, e assim a tal CACHAÇA para mim não passa de mais um dos lixos que muitos consomem.

BEIRA MAR está por receber diploma de formação em TEOLOGIA.

Beira Mar e Marcola são sim bandidos, mas pouco ou nada têm ambos a ver com o tráfico de drogas.

Para financiar tal atividade necessário ter muito, mas muito dinheiro mesmo que acredito que eles não tenham.

Como somos uma sociedade moldada a servir a outros ‘interésses’ assim como dizia o nascido ITAGIBA de Moura Brizola, penso que os que realmente bancam o negócio das drogas são figuras que vivem nas mais elevadas rodas sociais e que são protegidos pelo dito ‘SIGILO BANCÁRIO’.

Óbvio que não estou a dizer que o sigilo bancário deva ser extinto, pois isto permitiria que essas guardas estaduais que pouco ou nada fazem de sua obrigação passariam a meter-se ainda mais onde jamais deveriam.

Em qualquer país sério nesse planeta a instituição POLÍCIA, aquela que INVESTIGA CRIMES tem acesso quando entende necessário acessar contas bancárias e assim é possível controlar movimentações financeiras dos que realmente bancam o tráfico.

Beira Mar encontrou um caminho alternativo e até é possível que breve venha a ocupar uma cadeira no Congresso Nacional integrando o QUADRILHÃO DO Cunha.