geraldo

Foto: Geraldo Azevedo, anos 1970, arquivo da música nacional

 

Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda

O Nordeste é provavelmente a região que deu ao país um dos mais ricos legados musicais. Do samba mundialmente celebrado, nascido nas rodas dos quilombos e nações africanas, passando xaxado, pelo baião de Luiz Gonzaga, pelo Tropicalismo de Caetano e Gil, ao forró que alegra as noites de festa do sul ao norte do país, temos uma diversidade cultural gigantesca e uma capacidade criativa do povo que parece não ter fim. Pois é neste ambiente de diversidade cultural que nasceu Geraldo Azevedo, hoje considerado como um dos embaixadores da música brasileira pelo mundo.

Aliás, nasceu pobre, no sertão pernambucano em 1945, mas logo mostrou seu talento para a música, celebrando parcerias notáveis com Alceu Valença, Geraldo Vandré, Zé Ramalho, Elba Ramalho, Chico Buarque e o grande mestre Luiz Gonzaga.

Das suas músicas mais conhecidas, talvez os grandes destaques sejam Canção da Despedida, composta em parceria com Vandré, e Dia Branco. A primeira foi um hino da resistência popular contra a ditadura, com seu verso forte “já vou embora, mas sei que vou voltar”, e somente foi gravada pelo autor depois da abertura política muitos anos depois. Já Dia Branco é uma verdadeira declaração de amor e ao amor com suas promessas infinitas, motivo pelo qual até hoje é cantada em serenatas.

Outro grande marco na carreira de Azevedo foi o “Grande Encontro”, onde a música foi presenteada pela união das vozes e do talento compositor deste, de Alceu Valença, de Zé Ramalho e de Elba Ramalho.

É por que, neste momento em que o preconceito brota no seio da ignorância, escolhi a maravilhosa música de Geraldo Azevedo para homenagear o maravilhoso Nordeste.

  1. Canção da Despedida – Composição: Geraldo Azevedo e Geraldo Vandré – Canta: Geraldo Azevedo

 

  1. Bicho de Sete Cabeças – Composição: Geraldo Azevedo – Canta: Geraldo Azevedo e Elba Ramalho

 

  1. Táxi Lunar – Composição: Geraldo Azevedo – Canta: Zé Ramalho

 

  1. Dona da Minha Cabeça – Composição: Geraldo Azevedo e Fausto Nilo – Canta: Geraldo Azevedo

 

5. Dia Branco – Composição: Geraldo Azevedo e Renato Rocha – Canta: Geraldo Azevedo

 

Copiado de: https://sustentabilidadeedemocracia.wordpress.com/2018/10/10/geraldo-azevedo-e-a-arte-de-sonhar-com-um-dia-branco/