Faz quatro anos que fui submetido a uma cirurgia para corrigir hérnias que me acometiam no abdômen.

Ingressei no Hospital de Osório pouco antes das 07h de um dia, operado e quando eram 13h despertei da anestesia estando no apartamento quando vi meus familiares.

Ali pernoitei e no dia seguinte, antes do meio dia recebi alta sendo então trazido para casa.

Sofri duas incisões de cerca de dez centímetros cada uma e através delas me foi colocada uma tela de lado a lado do ventre.

Há pacientes que ficam de molho por dias, dias e mais dias como é o caso do Presidente da República em decorrência de uma cirurgia muito menos invasiva do que a minha e já hospitalizado e irá continuar por mais alguns dias.

Ocorre que no caso desse tenente que o EB mandou para casa bem cedo tal fato penso esteja sendo usado para aliviar as cobranças que são feitas diuturnamente ao Governo que vai mal, muito mal.