Um empresário rico, pois dono de frota de caminhões e o Desembargador Genaro, este especialmente bate com vigor no PT e chegou a afirmar que foram dois Governos do PT que deixaram nosso Estado na situação em que está.

Não sei onde vivia o Desembargador em tal período, mas vivo nesse Estado desde que nasci e lembro muito bem que em 1988 era BRITTO o Governador e tinha como seu líder na AL essa inutilidade que está terminando de enterrar nosso Estado.

Em 1988 Britto dividiu a CEEE em três fatias, vendendo duas delas pelo valor de um BILHÃO E MEIO DE REAIS o que na época era uma montanha de dinheiro. Esse dinheiro seria destinado à quitação das dívidas da empresa que assim se tornaria saudável.

Perdida a eleição Britto que é o supra sumo da ignorância política perdida a eleição distribuiu o valor acima referido a Prefeitos que o haviam apoiado.

Ao invés de nos livrar do DAER         que já naquela época era uma inutilidade e completamente sucateado decidiram aliviar a Folha de Pagamentos do Estado promovendo o tal PLANO DE DEMISSÕES VOLUNTÁRIAS na área de SEGURANÇA PÚBLICA onde todos, eu disse, todos são concursados.

Muitos, muitos mesmo colegas meus deixaram a POLÍCIA JUDICIÁRIA e foram advogar.

Mantido o INÚTIL DAER continuaram e continuam a engordar seus cabos eleitorais no mesmo.

Terminado o Governo Britto este fugiu pela porta dos fundos não passando o Governo ao sucessor legitimamente eleito e Sartori foi para casa com uma modesta aposentadoria de SEIS MIL REAIS mensais por apenas quatro anos de contribuição.