Assinalam-se hoje os 43 anos sobre o ataque terrorista contra o voo CD-455 da companhia aérea Aviação de Cuba que vitimou 73 pessoas (dos quais 57 cubanos, 11 guianenses e 5 coreanos). Tal atentado contra o avião que sobrevoava Barbados foi idealizado por Luis Posada Carriles e Orlando Bosch, sob orientação dos EUA, e marca um dos mais tristes episódios da história recente cubana. Créditos

 

Copiado de:  https://www.abrilabril.pt/