Ordinário assim só pode ter sido criado na zona do meretrício.

O Editor

 

 

 

Telegram

 

 

O vazamento de informações pessoais de Jair Bolsonaro e aliados pelo grupo de hackers Anonymous acabou revelando que Luciano Hang –listado como bilionário pela Forbes– recebeu o auxílio emergencial de R$ 600, informa a Veja.

Os hackers tentaram usar nome, CPF, data de nascimento e nome da mãe do empresário para cadastrá-lo na lista de beneficiários do “coronavoucher”. Mas, na hora de preencher os dados, o sistema da Caixa informou que Hang já estava cadastrado –e recebeu a primeira parcela de R$ 600.

O “coronavoucher” é concedido a microempreendedores individuais, trabalhadores sem carteira, autônomos que contribuem para o INSS e inscritos no Bolsa Família. A lei não inclui bilionários carecas entre os beneficiários.

Leia também: BOLSONARISTAS NA MIRA DO STF

Em nota, o dono da Havan condenou o vazamento de dados e pediu que a PF investigue o caso,  tanto pela divulgação de informações pessoais como no cadastro indevido ao auxílio.

O Antagonista aproveita para dar os parabéns à Dataprev e ao Ministério da Cidadania, supostamente responsáveis pela checagem da lista de beneficiários do auxílio emergencial.

Luciano Hang recebeu auxílio emergencial de R$ 600