Foi pensando em minimizar perdas decorrentes do crime e da violência nas empresas que três sócios – Jorge Heger, Guilherme Abreu e Luiz Sotto – se uniram para investir em novo negócio: a ZeroRisco, consultoria que realiza projetos de inteligência em segurança, análise de riscos e prevenção de perdas. As empresas brasileiras gastam em média 1,7% do faturamento em segurança, mas perdem 2,5% em vandalismo e roubo. São crimes contra o patrimônio, funcionários e clientes, furto de produtos ou matéria prima, espionagem industrial e sabotagem. “E a melhor solução é a prevenção através de uma detalhada análise de risco, pela qual elas podem reduzir simultaneamente custos e perdas”, explica Luiz Sotto.

Fonte: www.ffonsoRitter.com.br