Aquele idoso que vai ao estúdio sempre com óculos de sombra e as vezes até mesmo de chapéu o que diziam em tempos idos ser falta de educação, mas ele infla seu currículo por ser portador de diversos cursos universitários, suas relações de amizade e por aí vai.

Ontem referido senhor estava com as baterias super carregadas e parecia ser o dono do programa.

Os demais se comportaram como de costume, ou seja, dentro daquilo que a mim e outros parece normal. A charmosa e querida Magda Beatriz, disparado a melhor apresentadora de programa na TV brasileira foi a mesma de sempre.

Já o advogado e radialista também estava mais ou menos fora da casinha. Ao final do programa investiu contra todos os servidores públicos os agredindo e os responsabilizando pela atual situação do IPE.

Óbvio que usou de má fé, pois sabe muito bem que nunca coube aos servidores quer concursados ou contratados a administração de tais valores e sim a todos os governos que se sucederam.

Falou que a possibilidade do ingresso de advogados como contribuintes e beneficiários do IPE irá levar muito dinheiro à Previdência Estadual. Falou que há mais de 40 ou 50 mil advogados ainda bem jovens em nosso Estado.

Penso que embora sendo apenas mais um mal letrado conheço tanto ou melhor do que ele como são os advogados e digo isto por que ao longo de minha vida funcional que foi de trinta anos tive o convívio com essa categoria de profissionais.

Há na categoria dos advogados os éticos e honestos e os nem tanto e creia que o que digo é fato. E isto ocorre em todas as categorias.

Também me desagrada a postura desse advogado ao investir sempre que pode contra o Poder Judiciário. Penso que quando um advogado discorda com tanta freqüência de atitudes do Poder Judiciário o melhor que tem a fazer é prestar concurso público e ingressar nessa carreira para então buscar corrigir aquilo que o desagrada.

Na ÁREA JUDICIÁRIA em Porto Alegre, na década de 80 vi e convivi com muitos profissionais dessa área e muitos longe estavam de ser aquilo que se imagina, negociando e tomando quanto podiam de familiares de bandidos que estavam sendo autuados em flagrante.

Prezado ADVOGADO/RADIALISTA, creio que não serão os servidores do Estado que irão ser beneficiados pelo ingresso de advogados na Previdência Estadual.

Convivo com alguns advogados, uns ricos e outros nem tanto, mas todos éticos o que não é fácil de encontrar em tal atividade, goste o senhor ou não.