Praia de Xangri-Lá

Saiba tudo o que REALMENTE acontece em Xangri-Lá

Page 2 of 4766

Existem jazidas de Nióbio conhecidas em três regiões do Brasil, em Minas gerais, Goiás (região do Catalão) e em Roraima

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Onde ficaram as instituições e as 
Forças Armadas?
Em Roraima as jazidas encontram-se em  São Gabriel da Cachoeira, nos Seis Lagos, na Cabeça do Cachorro como o mapa do Brasil mostra o topo em forma de (cabeça de um cachorro)

Entendam o motivo do atual governo falar tanto em Roraima, nos minérios. Os senhores militares sabem muito bem de tudo isso no entanto, é necessário conhecermos o caminho do ouro branco, negro e dourado, para entender porque se calam, vejam:

Imagem relacionada
Resultado de imagem para São Gabriel da Cachoeira Seis Lagos
O manganês foi levado, uma montanha dele, para os EUA. Até as nossas areias monazíticas, também, e, ainda pior, de graça como lastro dos navios americanos quando retornavam vazios para os Eua após deixarem em nossos portos os produtos industrializados americanos. Evidencia-se que as nossas autoridades sempre foram dóceis ao serem enganadas. Nosso nióbio segue o mesmo caminho. Fora do Brasil, são duas diminutas jazidas: uma na Austrália e outra no Canadá, os restantes mais de 99% de nióbio estão no Brasil mas, curiosamente, são precificados na City of London. Quer dizer eles não têm nióbio mas regulam o preço do nosso metal precioso. Tivemos, temos, governo? A resposta parece clara e óbvia.
Há pouco mais de 2 anos, os donos da mina de Araxá (família Moreira Salles), venderam mais de 23% para os chineses, por quê? Temos governo? Há 20 anos o falecido doutor e professor Enéas já denunciava a evasão clandestina do nosso nióbio e nada foi feito até hoje. Onde ficaram as instituições e as Forças Armadas?
O também falecido professor Adriano Benayon e eu divulgamos vários textos sobre esse  tema e, vejo hoje, tudo foi simplesmente em vão. Mas ainda tem quem cobre ou tente cobrar a falta de ação do povo brasileiro que “faz das tripas coração” para sobreviver neste país que, seguramente, é um dos países mais injustos, imorais e esdrúxulos do mundo.
E as nossas instituições, inclusive os militares, permanecem silentes. Por que será?
Abraços,
Norton
De: norton seng
Enviada em: quarta-feira, 9 de outubro de 2019 21:11
Copiado de:  http://niobiomineriobrasileiro.blogspot.com/

Com Bolsonaro, Presidência aumenta em 24% gastos com cartões

Nada vindo dessa “famiglia” pode surpreender aos que raciocinam.

O editor

 

 

 


Os gastos com cartões de crédito da Presidência da República entre fevereiro e setembro deste ano aumentaram 24% em relação ao mesmo período do ano passado.

Segundo O Globo, a Secretaria de Administração do Palácio do Planalto desembolsou R$ 4,6 milhões com os cartões.

Em relação ao mesmo período de 2017, o aumento foi de 55%.

As compras para Jair Bolsonaro, vale lembrar, são sigilosas.

Copiado de: https://www.oantagonista.com/brasil/com-bolsonaro-presidencia-aumenta-em-24-gastos-com-cartoes/

Senador Kajuru insulta STF e fala em cuspir na cara de Gilmar Mendes

Despertou somente agora e voltou a ser o que era quando cobria esportes. Assim como BOI SONORO cagou pela boca.

O Editor

 

 

Em mais uma declaração polêmica, parlamentar chamou ministros do STF de “corruptos” e especificamente sobre Gilmar Mendes, atribuiu a responsabilidade pela desmoralização da Corte. “Eu prefiro não encontrá-lo na rua. Se eu encontrar, vou cuspir na sua cara, mesmo que ele me prenda”, disse (vídeo)

Share to WhatsAppShare to MessengerShare to Mais…

(Foto: Agência Senado / STF)

247 – O senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), em mais uma de suas declarações polêmicas, insultou o Supremo Tribunal Federal e fez uma ameaça específica ao ministro Gilmar Mendes – cuspir na sua cara – em entrevista ao programa 7 Minutos com a Verdade, da TV Jornal da Cidade Online, repercutida pela Revista Fórum.

Kajuru disse que Gilmar é “o principal responsável pela desmoralização da Corte” e ainda chamou o ministro de “nefasto”. “Aquele eu prefiro não encontrar na rua. Se eu encontrar, vou cuspir na sua cara, mesmo que ele me prenda”, ameaçou. O Supremo, disse ele, é “em sua maioria, corrupto”.

Assista ao trecho:

Copiado de:  https://www.brasil247.com/poder/senador-kajuru-insulta-stf-e-fala-em-cuspir-na-cara-de-gilmar-mendes?utm_source=notification-mobile&utm_medium=notification

Edir Macedo se livra de processo por lavagem de dinheiro por prescrição de prazo

 

Esse é um dos piores bandidos que circulam livremente nesse país e adorado por milhões de IDIOTAS. O povo tem o que merece.

O Editor

 

Judiciário deixou o tempo
correr, apesar de o caso
envolver bilhões de reais

Embora envolva uma quantia de dinheiro na casa dos bilhões, um processo criminal contra o bispo Edir Macedo, chefe da Igreja Universal, prescreveu porque não foi julgado no prazo previsto pela lei, de 8 anos.

No processo instaurado em setembro de 2011 na 2ª Vara Criminal Federal em São Paulo, Edir Macedo e o bispo João Batista eram acusados de lavagem de dinheiro, evasão de divisas, associação criminosa e falsidade ideológica.

Os dois réus foram beneficiados pelo Código Penal, que reduz pela metade o tempo de prescrição para quem tem mais de 70 anos.

A Procuradoria tinha acusado os religiosos de usarem operações financeiras fraudulentas para comprar bens e emissoras de TV de rádio.

O que teria contribuído para atrasar o processo, entre outras coisas, foi uma divergência em 2011 entre a Procuradoria e o juiz Marcelo Costenaro Cavali sobre a origem da lavagem de dinheiro.

Para Cavali, juiz que atuou pouco no caso porque foi substituto da titular Silva Maria Rocha, a lavagem de dinheiro ocorreu após uma evasão de capitais.

Mas nas alegações finais, a Procuradoria disse não haver provas para demonstrar a lavagem de capitais antecedida por evasão de divisas, cabendo, nesse caso, a absolvição.

Independentemente das discordâncias sobre o encaminhamento do processo, quem lê os autos se depara com fatos que são, no mínimo, estranhos.

Por exemplo: transferência de grande soma de dinheiro vivo de um carro para outro, ambos em estacionamento de templos da Universal.

Mais: envio de dinheiro por doleiros para cinco bancos nos Estados Unidos de dinheiro de pessoas ligadas à Universal.

Esse dinheiro teria voltado ao Brasil por meio de offshores em nome de larajas para a compra de participação em empresas de comunicação.

Um desses laranjas teria sido o bispo João Batista, que em junho de 2005, então deputado federal, foi pego em flagrante pela Polícia Federal com malas cheias de dinheiro, no total de R$ 10 milhões.

Desde 2011, a Igreja Universal tem negado as acusações, argumentando que elas “são completamente equivocadas, além de quase idênticas a outras que deram origem a processos e inquéritos já julgados e arquivados”.

Como nesse momento não há qualquer perspectiva de que o caso seja reaberto, talvez um dia um historiador descreva a tortuosa tramitação desse processo, com o levantamento inclusive de informações de bastidor.

Esse historiador poderia começar conversando com a juíza Silvia Maria Rocha, que, em e-mail, disse à Folha de S.Paulo que o processo envolvendo bispos da Universal “teve problemas graves desde o início quando outro juiz de primeira instância, a quem não me cabe declinar o nome, rejeitou significativa e parte importante da denúncia, onde estavam descritas grande parte das condutas delituosas imputadas a esse réu [Edir Macedo].”

A referência dela foi ao juiz substituto Cavali.

A Rede Globo de Televi$ão atenta contra as mulheres

 

 

Na manhã de hoje vi e confesso que quase não reconheci a linda Patrícia Poeta, hoje virada numa verdadeira “raiz de mandioca”, ou seja, fina e comprida.

Eles estão secando as mulheres. Verdade que mulheres redondas longe estão de serem atraentes ou desejáveis, mas igualmente nada atraentes essas verdadeiras “raízes de mandioca”.

 

PSDB chama Joice ao Roda Viva para implodir Bolsonaro

Share to WhatsAppShare to MessengerShare to Mais…

Dep. Joice Hasselmann (PSL/SP)
Dep. Joice Hasselmann (PSL/SP) (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

Da revista Fórum – A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) é a próxima convidada do programa Roda Viva, da TV Cultura, na segunda-feira (21). Joice foi destituída do posto de líder do governo no Congresso após apoiar a continuidade do Delegado Waldir (PSL-GO) na liderança da bancada do PSL contra Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho 03 do presidente Jair Bolsonaro.

“Aos que pediram: Roda Viva’ de segunda (21) trará entrevista com a deputada Joice Hasselmann, um dos pivôs da crise dessa semana no PSL. Quem fez campanha para que o assunto fosse abordado no programa agora precisa ajudar a divulgar!”, publicou a jornalista Daniela Lima, âncora da atração.

A parlamentar se colocou ao lado da ala bivarista do PSL, contra os desmandos do presidente Jair Bolsonaro, e foi punida com a destituição da liderança. Em resposta, ela “agradeceu”. “Estava cansada de fazer discursos para consertar as trapalhadas desse governo”, disse.

Copiado de:  https://www.brasil247.com/regionais/sudeste/psdb-chama-joice-ao-roda-viva-para-implodir-bolsonaro?utm_source=Brasil+247&utm_campaign=3b87232519-EMAIL_CAMPAIGN_2019_10_19_09_09_COPY_01&utm_medium=email&utm_term=0_d138bc98c5-3b87232519-26734665

Moro determinava buscas sem pedido do MP e a PF ajeitava, revela Vaza Jato

“Russo deferiu uma busca que não foi pedida por ninguém…hahahah. Kkkkk”, escreveu Luciano Flores, delegado da PF alocado na Lava Jato. “Como assim?!”, respondeu Renata Rodrigues, outra delegada da PF trabalhando na Lava Jato. O delegado Flores, em resposta, avisou ao grupo: “Normal… deixa quieto…Vou ajeitar…kkkk”

Share to WhatsAppShare to MessengerShare to Mais…

O futuro ministro da Justiça, juiz federal Sérgio Moro, durante coletiva de imprensa após reunião com o atual ministro da pasta, Torquato Jardim.
O futuro ministro da Justiça, juiz federal Sérgio Moro, durante coletiva de imprensa após reunião com o atual ministro da pasta, Torquato Jardim. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência)

Por Glenn Greenwald e João Felipe Linhares, no Intercept – O ex-juiz Sergio Moro não somente conspirou com os procuradores e comandou a força-tarefa da Lava Jato, conforme revelado pelo Intercept, mas também, desde o começo da operação, capitaneou operações da Polícia Federal. Chats de grupos da Lava Jato no Telegram indicam que o atual ministro da Justiça de Jair Bolsonaro inclusive ordenou busca e apreensão na casa de suspeitos sem provocação do Ministério Público (o que é irregular).

“Russo deferiu uma busca que não foi pedida por ninguém…hahahah. Kkkkk”, escreveu Luciano Flores, delegado da PF alocado na Lava Jato, em fevereiro de 2016, no grupo Amigo Secreto — se referindo a Moro pelo apelido usado pelos procuradores e delegados. “Como assim?!”, respondeu Renata Rodrigues, outra delegada da PF trabalhando na Lava Jato. O delegado Flores, em resposta, avisou ao grupo: “Normal… deixa quieto…Vou ajeitar…kkkk”.

Desde o início da Vaza Jato, foram documentados inúmeros casos do então juiz conspirando em segredo e de forma ilegal com os procuradores na construção dos casos que ele depois dizia julgar de maneira imparcial. Durante os anos em que Moro esteve à frente da Lava Jato, ele chegou inclusive a influir na agenda de operações, conforme mostram as reportagens do Intercept e seus parceiros, realizadas a partir das mensagens secretas trocadas por meio do aplicativo Telegram e entregues ao Intercept por uma fonte anônima. Os diálogos a seguir, que ocorreram dias antes da Condução Coercitiva para depoimento de Luiz Inácio Lula da Silva e da tentativa fracassada da ex-presidente Dilma Rousseff de transformá-lo em ministro-chefe da Casa Civil, demonstram que Moro não conspirou somente com os procuradores, mas também com a Polícia Federal.

Copiado de:  https://www.brasil247.com/brasil/moro-determinava-buscas-sem-pedido-do-mp-e-a-pf-ajeitava-revela-vaza-jato?utm_source=Brasil+247&utm_campaign=3b87232519-EMAIL_CAMPAIGN_2019_10_19_09_09_COPY_01&utm_medium=email&utm_term=0_d138bc98c5-3b87232519-26734665

 

 

 

Há comportamentos que confesso não compreender

 

 

Quando da cobertura dos jogos de ludopédio na televisão os que narram quase colocam para fora suas eventuais hemorroidas de tanto gritar.

E isto ocorre mesmo na cobertura e transmissão ao vivo dos jogos pela televisão, quando obviamente estamos na frente de um receptor de TV assistindo.

Faz poucos dias foram mulheres escaladas a tal tarefa e me fizeram rir muito, pois comportamento estranho, penso.

Ontem durante o horário de almoço a TV “Gáucha” apresentava notícias de tal esporte e ali as mulheres que participam do noticiário estavam “encantadas” com o nome de funcionário do Internacional que hoje trata da escalação da equipe.

Tal jovem penso evidente que mexeu com os egos de tais senhoritas e mesmo senhoras, pois o encantamento era geral.

 

 

Jornalista da Globo deu a Dallagnol orientação para “queimar” ministros legalistas na sucessão de Zavascki

Novas revelações do Intercept mostram o procurador Deltan Dallagnol recebendo dicas do jornalista Vladimir Netto, da TV Globo, para “queimar” alguns ministros garantistas da Corte com o objetivo de levar Luís Roberto Barroso ao posto de relator da operação no órgão, após a morte de Teori Zavascki

Share to WhatsAppShare to MessengerShare to Mais…

(Foto: ABr | STF)

247 – Novas revelações do site Intercept Brasil e publicadas pelo jornalista Reinaldo Azevedo apontam que o coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, recebeu dicas do jornalista Vladimir Netto, da TV Globo, para “queimar” nomes de ministros legalistas da corte. O  objetivo de evitar que, após a morte de Teori Zavascki janeiro de 2017, a relatoria da operação no Supremo Tribunal Federal passasse para as mãos de Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski ou Dias Toffoli. Zavascki faleceu devido a um acidente aéreo em 19 de janeiro de 2017 no estado do Rio.

No dia seguinte à queda do helicóptero, membros da Lava Jato iniciaram uma articulação para levar o minitro Luís Roberto Barroso ao posto de relator. Após citar o jornalista a Globo, Dallagnol informa que vai mobilizar os tais “movimentos sociais” e propor um tuitaço para pressionar o STF.

“Caros, falei ontem com Vladimir Neto. Ele acha que nenhum jornal está peitando dizer que sorteio na segunda turma seria loucura, ou falando contra Gilmar, Toffoli ou Lewa, pq se forem escolhidos o jornal estaria queimado com o relator… Concordo que não podemos ajudar, mas podemos queimar. Creio que devemos nos manifestar em off nesse sentido, falando que sorteio é roleta russa e que tememos que Toff, Gilm ou Lew assumam. Em minha leitura, isso não gerará efeito contrário. O que acham?”, escreveu o procurador em um grupo do Telegram.

“Meu receio é não fazermos nada antes (embora o que possamos fazer é pouco) e depois ficar o caso com um desses. Reclamar depois será absolutamente inócuo. Os movimentos sociais têm falado sobre isso. Posso falar com eles e sugerir um tuitasso contra o sorteio, mas o problema é que sem sorteio a solução de consenso pode não ser boa também… enfim, sugestões? Cruzar os dedos rsrs? Vou sondar minha fonte enquanto isso”, acrescentou.

Copiado de:  https://www.brasil247.com/brasil/jornalista-da-globo-deu-dica-a-dallagnol-sobre-escolha-de-substituto-de-zavascki

PRF apreende quase 3 toneladas de maconha no Paraná

A droga era transportada em um caminhão-tanque com placas do Paraguai

PRF apreende quase 3 toneladas de maconha no Paraná
Notícias ao Minuto Brasil

14/10/19 08:20 ‧ Há 5 Horas por Notícias Ao Minuto

Justiça Crime

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 2.832,7 quilos de maconha em Santa Terezinha de Itaipu, na região oeste do Paraná. A droga era transportada em um caminhão-tanque com placas do Paraguai. O veículo foi abordado em frente à unidade operacional da PRF, na BR-277.

A droga estava escondida no interior do tanque, que precisou ser cortado por uma equipe do Corpo de Bombeiros, para ter acesso aos fardos.

A apreensão realizada na tarde desse domingo (13) é a segunda maior realizada este ano pela PRF no Paraná. A maior ocorreu em Céu Azul, no último mês de setembro, quando 4,6 toneladas da erva foram encontradas em outro caminhão-tanque.

O motorista preso, um paraguaio de 36 anos, disse inicialmente que iria até Araucária, na Grande Curitiba, para realizar um serviço de manutenção no veículo.

Não satisfeita com as respostas do motorista, os agentes da PRF resolveram vistoriar o tanque, quando localizaram em seu interior os fardos de maconha.

Em meio à maconha foram encontrados ainda 4,1 quilos de um novo tipo de ecstasy, conhecido como champanhe rosa, uma espécie de anfetamina com efeitos mais potentes que o ecstasy. O champanhe rosa é traficado na forma de cristais.

Todo material foi encaminhou para a Delegacia da Polícia Federal em Foz do Iguaçu. O crime de tráfico de drogas tem pena prevista de cinco a 15 anos de prisão.

Com informações da Agência Brasil

Copiado de:  https://www.noticiasaominuto.com.br/justica/1085618/prf-apreende-quase-3-toneladas-de-maconha-no-parana?utm_medium=email&utm_source=gekko&utm_campaign=daily

Page 2 of 4766

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén