Praia de Xangri-Lá

Saiba tudo o que REALMENTE acontece em Xangri-Lá

Page 2 of 4685

Polícia apreende mais dois carros de luxo com advogados da InDeal

Carros foram entregues na sede da PF, em Porto Alegre (FOTO: POLÍCIA FEDERAL)

Novo Hamburgo – A Polícia Federal apreendeu mais dois carros de luxo em desdobramento a investigação contra os sócios da empresa InDeal, que diz atuar no mercado de criptomoedas.

Os carros – uma Land Rover Evoque e um Nissan 370 Z – estavam com os advogados dos cinco sócios da empresa.

Os profissionais foram intimados e apresentaram espontaneamente os carros na sede da Superintendência da Polícia Federal em Porto Alegre, nesta manhã.

Copiado de:  https://odiario.net/por-municipio/policia-apreende-mais-dois-carros-de-luxo-com-advogados-dos-socios-da-indeal/

Advogados pedem a apreensão dos passaportes de Moro, Dallagnol & Cia.

Publicado em 18/06/2019

O Coletivo Advogadas e Advogados pela Democracia (CAAD) protocolou no Superior Tribunal de Justiça (STJ) um pedido para que sejam apreendidos os passaporte do ex-juiz Sergio Moro e dos procuradores federais Deltan Dallagnol, Laura Tessler, Carlos Fernando Lima Santos (aposentado) e Gotardo Gerum.

LEIA TAMBÉM: “Moro pode estar destruindo provas”, diz cientista político

A medida deve-se à publicização de fato novo: a viagem de Moro aos Estados Unidos e o consequente risco de fuga.

O CAAD observa que o anúncio da viagem de Moro ao exterior só veio a público após o coletivo protocolizar nesse sábado notícia-crime pedindo a prisão preventiva dos cinco denunciados.

LEIA TAMBÉM: Humoristas da Globo fazem com Moro o que jornalismo se nega

A petição afirma que Moro mantém relações duvidosas com membros do Governo dos EUA.

As informações são do Viomundo.

Copiado de:  https://www.esmaelmorais.com.br/2019/06/advogados-pedem-a-apreensao-dos-passaportes-de-moro-dallagnol-cia/

Suspeito de fraudar as eleições, Moro se diverte com Ratinho

Ambos penso que se mereçam. O dito RATINHO nada mais é do que “um fora da lei”, pois devedor contumaz de TRIBUTOS ao país. Gente assim não merece de minha parte o menor respeito ou apreço.

O Editor

 

 

O ex-juiz Sergio Moro, que fraudou o processo judicial contra o ex-presidente Lula para mudar o resultado das eleições de 2018, divulgou, em suas redes sociais, a entrevista que concedeu ao apresentador Ratinho, do SBT, como se nada estivesse acontecendo

Moro e Ratinho

247 – Desde que começaram a ser divulgadas as informações do escândalo Vaza Gate, o Brasil se deu conta de que o ex-juiz Sergio Moro fraudou o processo contra o ex-presidente Lula para retirá-lo da disputa presidencial de 2018 e abrir espaço para a vitória de Jair Bolsonaro, de quem se tornou ministro. Mesmo contestado por juristas do Brasil e do mundo, e por vários colunistas até da imprensa corporativa, Moro faz de conta que nada de errado está acontecendo. Nesta manhã, ele decidiu divulgar a entrevista que concedeu ao apresentador Ratinho, do SBT, e integrante da chamada mídia ‘chapa-branca’.

Sergio Moro

@SF_Moro

Entrevista no Ratinho, hoje à noite.

5.538 pessoas estão falando sobre isso

Copiado de:  https://www.brasil247.com/brasil/suspeito-de-fraudar-as-eleicoes-moro-se-diverte-com-ratinho

Operação Blecaute prende duas pessoas em flagrante por furto de energia em Gravataí

Publicação: 

POR POLÍCIA CIVIL

A Polícia Civil prendeu em flagrante duas pessoas por furto de energia nesta segunda-feira (17) em Gravataí. Em diligência conjunta com a empresa RGE, foi verificada existência de instalações irregulares de energia elétrica em uma empresa de plásticos e em uma chácara.

Segundo o delegado Luciano Dias Peringer, da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio das Concessionárias e os Serviços Delegados (DRCP), o furto de energia por estabelecimentos comerciais está no foco do combate da Delegacia. Além de gerar grandes perdas na rede de energia, a conduta gera perigo e instabilidade na rede energética e promove concorrência desleal. “Aquele que mantém comércio regularmente não consegue competir de forma igualitária com aquele que se vê livre do custo de energia intrínseco à atividade econômica”, afirma Peringer.

Nicolle Marazini.

Eugènio

Copiado de:  https://www.pc.rs.gov.br/operacao-blecaute-prende-duas-pessoas-em-flagrante-por-furto-de-energia-em-gravatai

Ex-prefeito de Buriticupu é condenado por ato de improbidade administrativa

O Ministério Público Federal (MPF) no Maranhão conseguiu na Justiça a condenação do ex-prefeito do município de Buriticupu (MA), Antônio Marcos de Oliveira, por conta de irregularidades relacionadas à aplicação de recursos federais relativos a contratos de repasses do Ministério das Cidades em 2008, para a construção de unidades habitacionais e elaboração de Plano Habitacional de Interesse Social.

De acordo com o MPF, auditorias realizadas pela Controladoria Geral da União (CGU) constataram que houve irregularidades na construção das unidades habitacionais, na movimentação de recursos financeiros, nos procedimentos licitatórios, na falta de comprovação de execução direta do objeto de convênio e na utilização de documentos não adequados para comprovar as despesas.

O art. 11 da Lei 8.429/1992, que dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, determina que “constitui ato de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da administração pública qualquer ação ou omissão que viole os deveres de honestidade, imparcialidade, legalidade, e lealdade às instituições”.

Assim, a Justiça Federal determinou que Antônio Marcos de Oliveira tenha os direitos políticos suspensos pelo prazo de oito anos e seja proibido de contratar com o Poder Público ou de receber benefícios fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, pelo prazo de cinco anos. Além disso, deve pagar multa civil no valor correspondente de R$ 10 mil.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Leia mais: https://jornalpequeno.blog.br/johncutrim/ex-prefeito-de-buriticupu-e-condenado-por-ato-de-improbidade-administrativa/#ixzz5rAcMluBE

Jefferson Portela desafia deputados Aluísio e Edilázio e diz que fará revelações bombásticas em Brasília

Foto: Reprodução

Na manhã desta segunda-feira (17), o Secretário de Segurança do Maranhão, Jefferson Portela, participou de uma entrevista exclusiva no Programa Bandeira 2, da TV Difusora. Ele abordou o caso Décio Sá e comentou sobre a prisão do ex-superintendente de Investigações Criminais do Maranhão, Thiago Bardal, envolvido em roubos de cargas. Ao vivo, Jefferson desafiou os deputados federais Aluísio Mendes e Edilázio Jr. para um debate público e ainda ameaçou que na Câmara Federal fará revelações bombástica sobre autoridades.  (veja no vídeo acima)

Os delegados Thiago Bardal, Ney Anderson Gaspar e o secretário Jefferson Portela serão ouvidos na Comissão de Segurança da Câmara dos Deputados para falar de denúncias de espionagem de políticos, magistrados e autoridades. “Eu terei todo o prazer de ir a Brasília falar sobre crimes aqui no estado do Maranhão, falar sobre agiotagem, crime organizado, contrabando. Pode começar a tremer a partir de agora, na hora em que eu sentar lá em Brasília a verdade vai voar pro país todinho e não tem negócio de fazer graça não. A gente vai a Brasília dizer pro país coisas que estão escondidas aqui e esses gritos é porque tem gente aí de paletó e gravata botando gente pra trazer cigarro pra cá, envolvido com agiotagem, tirando onda de autoridade pública envolvida com o crime e estão se tremendo. O tremor se está ouvindo aí em vozes de ataque“, disparou.

Portela disse que no passado o deputado federal Aluísio Mendes, autor da proposta que o convocou na Câmara,  já teve a prisão pedida pela Polícia Federal por vazamento de informações e que enquanto secretário de Segurança da gestão Roseana pagou por obras que ficaram pela metade.

O secretário detalhou ainda o andamento do caso Bardal. “Tem mais pessoas envolvidas (…) já sabemos”, relatou Jefferson Portela fazendo referência as novas cargas de cigarros contrabandeados apreendidos no município de Raposa. Ele revelou que o ex-superintendente recebia R$ 100 mil  por mês por conta de cargas contrabandeadas e que Bardal fazia parte da quadrilha de Adriano da Silva Brandão, morto em 2018 durante um confronto com policiais da Companhia Independente de Operações Especiais (Cioe) no município de Tucuruí, no sudeste do Pará.

“Não faço graça com criminoso, nem grande e pequeno, eu não me sento com bandido”, relatou Portela em referência a Bardal e sobre a possibilidade ter pessoas da esfera pública ligada ao mundo do crime. Com MA 10

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Leia mais: https://jornalpequeno.blog.br/johncutrim/na-difusora-secretario-jefferson-portela-faz-revelacoes-sobre-os-casos-decio-sa-e-bardal/#ixzz5rAbU5yWj

JEAN WYLLYS MANDA CARLOS BOLSONARO SAIR DO ARMÁRIO E SER UMA BICHA ORGULHOSA

Seguiremos contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro e Paulo Guedes

Por Gleisi Hoffmann

Publicado em 17/06/2019

Mesmo com as alterações feitas no texto da Reforma da Previdência, divulgadas semana passada, o Partido dos Trabalhadores mantém a decisão de votar contra a PEC 06. O governo Bolsonaro resolveu recuar nos itens que mais chamavam atenção e retirou do relatório mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BPC) dos idosos carentes, na aposentadoria rural, além da criação do regime de capitalização previdenciário. Mas esses foram os primeiros passos, pois a proposta tal como está pretende extinguir o regime solidário criado pela Constituição Brasileira, em que contribui o empresário, empregador, trabalhador e Estado.

A proposta de Paulo Guedes mantém seu caráter cruel e destrutivo de um sistema que é uma conquista histórica das trabalhadoras e trabalhadores brasileiros. É justamente a solidariedade assegurada pelo regime previdenciário que faz com que se gere o mínimo de sobrevivência aos mais necessitados e para quem precisa de proteção. A Seguridade Social é antes de tudo humanitária, assim foi idealizada. Atende os idosos, ajuda a reduzir a pobreza e combate as desigualdades sociais. A reforma da Previdência de Bolsonaro e Paulo Guedes é danosa em suas premissas e a oposição seguirá vigilante e mobilizada contra a PEC 06 na comissão especial e no plenário da Câmara dos Deputados.

Os governos do PT fizeram ajustes no sistema previdenciário ao longo do tempo, como equiparar a aposentadoria no serviço público ao teto do benefício do INSS. Foram criados os fundos públicos de aposentadorias e, desde 2013, quem entrou para o funcionalismo estatal contribui para essa poupança se quiser ter uma remuneração acima do Regime Geral, que é de R$ 5.839,45. É preciso ir equacionamento o sistema, mas não como propõe Paulo Guedes, acabar com a aposentadoria por idade que prejudica quem precisou começar a trabalhar muito cedo para ajudar nas despesas da família.

LEIA TAMBÉM
Rodrigo Maia: Saída de Levy e de diretor do BNDES é “covardia sem precedentes”

O principal alvo da proposta do governo continua sendo o Regime Geral em que os aposentados recebem até R$ 5.839,45, sendo que, sendo que 70% deles têm o benefício de apenas até dois salários mínimos. Não é verdade que a PEC 06 recai sobre os privilégios no serviço público, nem o bordão de quem ganha menos vai pagar menos. Em mais uma propaganda enganosa na tentativa de manipular a população, o governo anunciou a redução da alíquota, mas, por outro lado aumenta o tempo de contribuição ao longo dos anos. Então, o trabalhador vai pagar por mais contribuição durante a sua vida.

Não vamos aceitar também a redução do limite para o acesso ao Abono salarial, que é concedido ao trabalhador do setor privado que ganha até dois salários mínimos e passará a ser de R$ 1.364,43. Pela proposta, acidentes de trabalho e questões previdenciárias serão decididos pela Justiça Federal e não pela Trabalhista e o relatório ainda retira a vinculação de parte da receita do PIS/PASEP para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), diminuindo significativamente a capacidade da instituição de financiar projetos estratégicos para o desenvolvimento nacional.

A medida atinge diretamente a capacidade de investimento do BNDES, importante instrumento de financiamento público e indutor do crescimento da economia. Por fim, o governo decidiu também manter no texto a previsão para que as regras que tratam da aposentadoria de professores da educação na educação básica sejam feitas por meio de lei ordinária, facilitando a aprovação de mudanças no Congresso.

É preciso ficar alerta até afastar definitivamente o fatídico e nefasto regime de capitalização, que mesmo depois mesmo fora do relatório continuar a assombrar, pois o PSL, partido de Bolsonaro, e aliados, querem reintroduzir a medida na votação em plenário da Casa. A capitalização prevê que cada trabalhador faça a própria poupança para bancar as aposentadorias, o que só vai beneficiar os bancos e o mercado financeiro. Estudo da Associação Nacional dos Fiscais da Receita Federal (Unafisco) calculou o lucro que o modelo proposto vai gerar para os bancos e quanto o trabalhador terá de aposentadoria.

Os bancos deverão lucrar R$ 388 bilhões por ano, já o trabalhador terá uma renda baixa, equivalente a um quinto do que ele recebia quando estava na ativa, porque o novo modelo não terá mais a parte de contribuição das empresas, como é no modelo de repartição. No Chile, o sistema arrasou com as idosas e os idosos e, segundo estudo da Organização Internacional do Trabalho (OIT), falhou em 60% dos países que o adotaram – dos 30 países que modificaram seu sistema, 18 já fizeram uma nova reforma. A entidade chamou atenção para os impactos sociais e econômicos negativos e disse que o experimento fracassou.

E vem Bolsonaro dizer que vai “consertar” o Brasil, o que ele quer é “consertar” o país para os banqueiros! A Previdência não é a saída para melhorar a economia brasileira, que está em queda livre, nem muito menos para gerar empregos. Assim, como não foi um bom negócio a Reforma Trabalhista – aposta do governo Temer para reduzir o desemprego – pois as vagas não apareceram. Ficou provado que a retirada dos direitos trabalhistas não faz crescer o emprego. Pior, rasgar a Consolidação da Leis Trabalhistas (CLT) levou o Brasil a ser incluído na lista suja da OIT, em mais um motivo de vergonha para o nosso país lá fora. Precisamos de um Estado forte e investidor para que o Brasil volte a crescer, gerar empregos com os direitos dos trabalhadores assegurados.

Vamos primeiro fazer a reforma tributária, taxar os mais ricos, os que tem lancha, iate, helicóptero e jatinhos e, também aprovar o imposto sobre as grandes fortunas, heranças e sobre os lucros e dividendos dos maiores empresários. Essas pessoas não pagam impostos sobre esses bens, enquanto o governo propõe tratar a reforma previdenciária como matéria fiscal, recaindo sobre os mais humildes e de quem depende do Estado para sobreviver. O que precisamos é de um regime que taxe os mais ricos, alivie os mais pobres e a classe média.

Copiado de:  https://www.esmaelmorais.com.br/2019/06/seguiremos-contra-a-reforma-da-previdencia-de-bolsonaro-e-paulo-guedes/

ALVO DA LAVO JATO, ODEBRECHT QUEBRA E DÁ CALOTE NOS BANCOS

Obrigam-me a rir

 

Assistindo ao programa do Paulo Sergio na TV Pampa, transmitido desde Pelotas vi uma loira lindíssima e charmosa falando. É a Prefeita daquela cidade. Gostei da presença dela. Pois inteligente e culta.

Agora fala um deputado federal que se imagina o melhor dos melhores, pois disse que “deputado representa o BRASIL. Calado até é suportável, mas abrindo a boca logo se percebe que é mais um fanzoca do BOI SONORO.

 

Page 2 of 4685

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén