Lembro dos tempos em que Carlos Andrés Perez governava a Venezuela quando os favelados desceram dos morros que cercavam e ainda cercam Caracas. Foi um horror.

Faz poucos dias vi na TV jogo da Seleção nossa contra a Seleção da Bolívia e ao fundo do estádio observei alguns poucos prédios elevados, estes próximos do Estádio. Mais ao fundo vi os morros tomados por favelas.

Isto a mim preocupa, mas parece que é algo que à maioria não importa mesmo.

E as pragas das igrejas incitando os pobres a prociarem como se fossem ratos para assim DAREM a elas cada vez mais DINHEIRO.

Poucos por que mal informados sabem que o alimento que  colocamos na mesa vem das PEQUENAS PROPRIEDADES, ou do pequeno agricultor se assim preferirem. Aqui no litoral norte, mais precisamente na região de Maquine saem quase todos os legumes consumidos na grande Porto Alegre. O tão alardeado AGRO que é tudo segundo a a de$one$ta por que $onegadora Globo e sua igualmente de$one$ta RB$ serve para enriquecer a meia dúzia de grandes exportadores de grãos.

Esses grandes exportadores de grãos faz décadas que contam com dinheiro do BNDES com juros de apenas DOIS POR CENTO ao ano e compram maquinas de mais de um milhão de reais,reduzindo assim ainda mais as possibilidades de trabalho aos que vivem lá no interiorzão.

Essa é uma das razões que provocam migrações cada vez maiores às periferias das grandes cidades criando assim favelas cada vez maiores.

Falta em nosso país PLANEJAMENTO e isto fica claro com a explosão demográfica que ocorre e vai continuar ocorrendo em volume cada vez maior.

Éramos NOVENTA MILHÕES os brasileiros em MIL NOVECENTOS E SETENTA e hoje passado MENOS DE MEIO SÉCULO já comos DUZENTOS E CINCO MILHÕES.

Mantida a situação como tudo indica ao final desse século seremos seguramente não menos do que TREZENTOS E CINQUENTA MILHÕES quando então todas as cidades grandes e médias estarão sufocadas por FAVELAS.

A terra tem finalidade social embora muitos entendam que a mesma seja apenas uma forma de capitalizar o que os ricos tem.

Qual a saída? Difícil responder, mas algo precisa ser feito com URGÊNCIA e isto deve ser costurado em Brasília, ou deveria, por que lá hoje mais do que antes temos uma corja cercando um sujeito senil e totalmente fora de juízo.

Parto breve por certo e lamento pela minha descendência.