domingo, 30 de janeiro de 2011

Enxurrada derruba ponte em Ratones, Florianópolis

As fortes chuvas que desabaram sobre SC no último dia 22 de janeiro de 2011, também atingiram o distrito de Ratones, na Ilha de SC, onde a ponte sobre o Rio Ratones (situada na Estrada João Januário da Silva, altura do “Condomínio João Bazila”, pertencente à família Silva), de largura insuficiente para dar vazão à água, desabou aos poucos, após ter o aterro das suas cabeceiras carregado pela correnteza.
Quando eu e minha esposa chegamos à dita ponte, para ver como as águas estavam se comportando na região, onde residimos, presenciamos a ponte ir cedendo aos poucos (logo após a passagem da camionete do nativo Valmir Silva) e registramos o evento nas fotos que seguem reproduzidas.
O trânsito está interrompido  na aludida estrada e, até o momento, não se sabe de nenhuma iniciativa da Municipalidade no sentido de recuperar a referida ponte.
A Intendente distrital, Dorcy da Rocha Linhares, questionada a respeito da recuperação da ponte, diz que, segundo o Secretário “Juquinha”, teremos que aguardar cerca de 6 meses a um ano pelas providências oficiais e o restabelecimento do tráfego naquela rodovia. O rio (em trecho antes da ponte que caiu) começou a transbordar na estrada Bento Manoel Ferreira/Bentinho, lugar  conhecido como “Estiva”, onde situados o campo de futebol e o bar do Orlando Silva.

 
 
Começo da “Estiva” (sentido Centro/Canto do Moreira – Pasto do Cinésio)
Estiva – (lado direito de quem vai para Canto do Moreira

Foto 1 – Estiva (Est. Bento Manoel Ferreira/Bentinho)

Foto 2 – Estiva
Foto 3 – Estiva – As águas passando sobre o asfalto e descendo no campo de futebol – Bar do Orlando ao fundo
Foto 4 – Ao fundo, envolto em chuva, o Morro da Virgínia (Fazenda Caiçara) onde o Rio Ratones nasce
Foto 5 – Estiva – O micro-ônibus relutava em passar pelas águas velozes
Foto 6 – Est. João Januário da Silva – A ponte que caiu estava sob o guard-rail
Foto 7 – Valmir Silva aproxima-se com sua camionete, segundos antes da ponte começar a ruir
Foto 8 – As águas começaram a corroer o aterro, por fora da cabeceira da ponte
Foto 9 – A violência das águas, na saída da ponte – Ao fundo, o galpão dos Silva

       Foto 10 – Águas saltando a estrada, após a ponte, no sentido Ratones/Vargem – Est. João Januário da Silva

Foto 11 – As águas saltam do pasto da família DB para a propriedade dos Silva
Foto 12 – Vista do pasto da família DB
Foto 13 – Momento em que a ponte começa a ceder
Foto 14 – O extremo oposto desceu mais que o da foto anterior
Foto 15 – Uma trinca, até então inexistente, aparece longitudinalmente na ponte
Foto 16 – Aparecem outros curiosos para ver os estragos
Foto 17 – A entrada da água por fora da cabeceira, ao lado esquerdo do movimento das águas
Foto 18 – As terras que estavam na cabeceira foram levadas progressivamente
Foto 19 – o buraco inicial (foto 8) ampliado pela força das águas
Copiado de:  http://izidoroazevedo.blogspot.com.br/2018/01/relembrando-destruicao-de-outra-ponte.html