Finalmente alguém tomou uma atitude que se impunha. Estando o Estado do Rio de Janeiro literalmente em decomposição, podre em suas entranhas, este caso já se arrasta por mais de meio ano. Além disto, segundo li, a arma empregada na execução é idêntica a armas que são empregadas pela POLÍCIA JUDICIÁRIA daquele Estado e na mesma foi constatado que várias delas haviam desaparecido.

A sociedade precisa e tem direito a uma resposta assim como os familiares das vítimas.

O Editor

 

2 min read
0

A Comissão Externa de Acompanhamento do caso do assassinato da Vereadora Marielle Franco e de Anderson Gomes aprovou na terça-feira (6) um requerimento de autoria da deputada federal Maria do Rosário (PT-RS), que solicita à Procuradoria-Geral da República a federalização da investigação do homicídio da vereadora e seu motorista. Já se completam 237 dias sem respostas sobre o crime.

O Incidente de Deslocamento de Competência (IDC) ou federalização, consiste na possibilidade de deslocamento de competência da Justiça comum para a Justiça Federal, em crimes cujas hipóteses configurem grave violação de direitos humanos.

“A responsabilidade em elucidar ao assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes é do Estado Brasileiro. Nós não podemos aceitar a impunidade diante de tal crime”, afirmou a deputada após a aprovação do requerimento.

Veja o vídeo gravado pela deputada:

PT na Câmara #LulaLivre

@PTnaCamara

Rosário solicita federalização da investigação do homicídio de Marielle e Anderson https://ptnacamara.org.br/portal/2018/11/07/rosario-solicita-federalizacao-da-investigacao-do-homicidio-de-marielle-e-anderson/  @mariadorosario

Assessoria de Comunicação
Copiado de:  https://ptnacamara.org.br/portal/2018/11/07/rosario-solicita-federalizacao-da-investigacao-do-homicidio-de-marielle-e-anderson/